Inovação para a Agricultura

pten
Rede Rural Nacional - Página do FacebookRede Rural Nacional - Página do TwitterRede Rural Nacional - Página do InstagramRede Rural Nacional - Canal do Youtube
  • S12
  • S2
  • S5
  • Inovação na Agricultura
  • S7
  • S13
  • S8
  • S3
  • S11
  • S6
  • S14

SWATCH - Strategies for increasing the WATer use efficiency of semi-arid Mediterranean watersheds and agrosilvopastoral systems under climate CHange


Fonte de financiamento : H 2020
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

O objetivo geral deste projeto é desenvolver e aplicar metodologias inovadoras para aumentar a eficiência sócio-ecológica do uso da água de ecossistemas geridos ao longo do bioma mediterrânicoo e tipos climáticos. Focando-se num conjunto diversificado de ecossistemas sazonalmente secos, abrangendo um grande gradiente de precipitação média anual (de 35 a 935 mm / ano) em todo o bioma mediterrâneo.


Objetivos visados:

Serão definidas estratégias inovadoras para a sustentabilidade da água na região do Mediterrâneo sob os cenários de alterações climáticas atuais e futuros, otimizando a infraestrutura de água (por exemplo, reservatórios, projeto de rede de poços) e usos da água (irrigação, sistemas de produção animal e atividades industriais). Serão definidas estratégias inovadoras para a sustentabilidade da água na região do Mediterrâneo sob os cenários de alterações climáticas atuais e futuros, otimizando a infraestrutura de água (por exemplo, reservatórios, projeto de rede de poços) e usos da água (irrigação, sistemas de produção animal e atividades industriais). 
As estratégias serão definidas com as partes interessadas e autoridades governamentais, que estarão ativamente envolvidas no projeto.


Sumário do plano de ação:

Para aprimorar as ferramentas técnicas preditivas de avaliação de recursos hídricos, será promovido o desenvolvimento de metodologias e técnicas inovadoras para melhor estimar a evapotranspiração, principal parâmetro do balanço hídrico em climas semi-áridos e áridos, propondo-se combinar o uso de covariância de turbilhonamento e observações de fluxo de seiva de árvore Além disso, ferramentas técnicas avançadas (sensores remotos) serão desenvolvidas para monitorizar as principais variáveis de estado que explicam o balanço de energia e água na superfície da terra e para incluir essas observações em sistemas de assimilação de dados, para prever os ciclos hidrológicos de bacias hidrográficas. 
A análise dos cenários de clima e uso do solo fornecerá os dados para a gestão e planeamento dos recursos hídricos para otimizar o uso das águas superficiais e subterrâneas. Por fim, será estabelecido um sistema transnacional de monitorização dos rios mediterrâneos para partilhar conhecimentos e dados.


Pontos de situação / Resultados:

-

Veg-Adapt: Adapting Mediterranean vegetable crops to climate change-induced multiple stress


Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

As alterações climáticas estão a induzir severas limitações às plantações de culturas hortícolas no Mediterrâneo, devido a stresses severos, muitas vezes simultâneos (múltiplos), em particular a seca, o calor e a salinidade.


Objetivos visados:

O VEG-ADAPT reúne agricultores, indústria e investigadores de oito países mediterrâneos, com o objetivo partilhado de aumentar a tolerância de três grandes culturas vegetais (tomate, pimenta e melão) ao stresse induzido pelas alterações climáticas nesta área. Para tanto, o VEG-ADAPT seguirá três linhas de investigação paralelas e integradas: caracterização e seleção de variedades locais tolerantes e novos híbridos, descoberta de processos fisiológicos que contribuem para a tolerância, padrões e marcadores genéticos subjacentes e otimização de técnicas de gestão das culturas, reduzindo a suscetibilidade ao stresse induzido pelas alterações climáticas.



Pontos de situação / Resultados:

-

MEDWATERICE - Utilização sustentável da água nos agroecossistemas do arroz, na região mediterrânica


Fonte de financiamento : H 2020
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

O arroz é estratégico para a segurança alimentar em alguns países (Egito) e o consumo humano em todo o Mediterrâneo está a aumentar constantemente. Tradicionalmente, o arroz é cultivado sob inundação contínua requerendo quantidades significativas de água.O projeto visa explorar a sustentabilidade de opções de rega inovadoras, a fim de reduzir o consumo de água do arroz e os impactos ambientais, e estender o cultivo de arroz fora das áreas de arrozais tradicionais para atender à crescente procura. O consórcio MEDWATERICE inclui universidades, centros de investigação e empresas privadas que operam na área do Mediterrâneo (IT, ES, PT, EG, TR, IL).


Objetivos visados:

Os estudos de caso serão conduzidos em explorações-piloto dos países envolvidos no projeto. Os métodos alternativos de irrigação a serem testados serão adaptados às condições locais usando uma abordagem de investigação  participativa por meio do estabelecimento de painéis de partes interessadas (PCHs) em cada país, que incluirá autoridades regionais, gestores de água, associações de agricultores e consultores, e empresas privadas empresas da cadeia produtiva do arroz. Para cada solução de rega, tecnologias inovadoras e as variedades de arroz mais apropriadas e práticas agronómicas serão adotadas para minimizar os impactos na quantidade e qualidade da produção. Os dados recolhidos ao nível da exploração serão extrapolados para o nível distrital para apoiar as decisões e políticas de gestão da água. Serão definidos indicadores para avaliação quantitativa da sustentabilidade ambiental, económica e social das opções de rega. Os estudos de caso serão conduzidos em explorações-piloto dos países envolvidos no projeto. Os métodos alternativos de irrigação a serem testados serão adaptados às condições locais usando uma abordagem de investigação  participativa por meio do estabelecimento de painéis de partes interessadas (PCHs) em cada país, que incluirá autoridades regionais, gestores de água, associações de agricultores e consultores, e empresas privadas empresas da cadeia produtiva do arroz. Para cada solução de rega, tecnologias inovadoras e as variedades de arroz mais apropriadas e práticas agronómicas serão adotadas para minimizar os impactos na quantidade e qualidade da produção. Os dados recolhidos ao nível da exploração serão extrapolados para o nível distrital para apoiar as decisões e políticas de gestão da água. Serão definidos indicadores para avaliação quantitativa da sustentabilidade ambiental, económica e social das opções de rega.



Pontos de situação / Resultados:

-

FREECLIMB – Fruit Crops Resilience to Climate Change in the Mediterranean Basin


Fonte de financiamento : H 2020
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

A vulnerabilidade dos setores agrícolas à alteração das condições agro-climáticas depende tanto da alteração climática regional esperada quanto da capacidade de adaptação dos setores. Por serem culturas perenes, as árvores frutíferas estão particularmente expostas às alterações ambientais, sendo a qualidade e a quantidade da produção de frutas fortemente afetadas pelas interações genótipo x ambiente.


Objetivos visados:

O projeto FREECLIMB visa o desenvolvimento de sistemas agrícolas inteligentes e sustentáveis, nos países mediterrâneos, que preservem os recursos naturais (água e uso da terra) aumentando a eficiência da produção. Este objetivo será realizado com o avanço do conhecimento sobre os mecanismos de adaptação ambiental das plantas e resiliência ao stresse biótico / abiótico. O projeto visa as principais espécies de árvores frutíferas com o objetivo de melhorar a disponibilidade de material de reprodução e germoplasma adaptado aos limitados recursos externos (input) e aos cenários climáticos futuros previstos para a área do Mediterrâneo, através da caracterização e exploração da biodiversidade local.


Sumário do plano de ação:

O projeto concentrar-se-á em ideótipos-chave elaborados em colaboração com stakeholders envolvidos na cadeia da fruticultura (produtores, organizações da produção/comercialização, viveiristas, entre outros) com o objetivo principal de fornecer um kit de ferramentas (germoplasma diverso, ferramentas e métodos) para acelerar a exploração, melhoramento e seleção de variedades resilientes das principais culturas fruteiras tradicionais da agricultura mediterrânea (frutas de caroço, como pêssego, damasco e amêndoa; Citrus spp.; uva e azeitona).

Os objetivos específicos do projeto são os seguintes:

i) aplicação de protocolos (por exemplo, métodos de fenotipagem) e ferramentas integradas (por exemplo, métodos de genotipagem, análise de dados) para apoiar a caracterização, exploração e seleção de variedades adaptadas a uma gama de condições agroecológicas e de gestão;

ii) dissecar as bases genéticas de características / processos ligados à sustentabilidade e resiliência das plantas a stresses bióticos e abióticos;

iii) desvendar as bases moleculares, bioquímicas e fisiológicas da adaptação das plantas a diferentes condições ambientais (solo e clima) e agronómicas (gestão da água) e a stresses bióticos / abióticos (únicos ou múltiplos);

iv) desenvolver e aplicar métodos de melhoramento baseados em genómica para melhorar a eficiência da seleção;

v) conceber estratégias de adaptação para lidar com os efeitos combinados de múltiplos stresses possivelmente co-ocorrendo em condições de campo (por exemplo, ondas de calor e seca, pragas e doenças);

vi) exploração dos recursos de germoplasma, identificando e caracterizando fontes espontâneas e domesticadas de biodiversidade;

vii) transferência dos resultados do projeto por meio de atividades de formação e divulgação dedicadas especialmente aos selecionadores (com foco em jovens cientistas), viveiristas, produtores e partes interessadas.


Pontos de situação / Resultados:

-

Consultar a Agenda de eventos


Agenda
de Eventos

Consultar o Grupo de Trabalho Inovação


Grupo de 
Trabalho Inovação

Consultar a Folha Informativa RRN- Inovação


Folha Informativa
RRN- Inovação

Consultar a Bolsa de Iniciativas


Bolsa de Iniciativas

Centro de recursos


Centro de Recursos