Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • S3
  • S14
  • S11
  • S13
  • S7
  • S12
  • S6
  • S5
  • Inovação na Agricultura
  • S8
  • S2

Projetos Alterações Climáticas - RIAAC-AGRI (PDR2020 - Assistência técnica RRN - Área 4)

Pesquisar projectos

Área plano de acção

Fonte de financiamento

FORCLIMADAPT - Adaptação das florestas mediterrânicas aos efeitos das alterações climáticas

Entidade líder do projeto: National Park of Vesuvio
Responsável pelo projeto: Bruno del Vita
Site do projeto: http://www.programmemed.eu/en/the-projects/project-database/results/view/single.html?no_cache=1&idProject=95&cHash=29a6196ed50b76ad3822413e18bc8ee8
Parceiros:

French National Forests Office; North-Aegean Region; Association for the Defense of the Heritage of Mértola; Forest Sciences Centre of Catalonia; International Association for Mediterranean Forests

Data de início do projeto: 01-01-2010
Data de fim do projeto: 31-12-2013

Fonte de financiamento : INTERREG
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

É reconhecido que a região do Mediterrâneo enfrenta um aquecimento global, como uma diminuição na precipitação e um aumento na frequência e intensidade dos fenómenos climáticos extremos. Três tipos de esforços devem ser empreendidos para enfrentar as alterações climáticas criando medidas de adaptação dos sistemas: transferência de conhecimento científico para a gestão, melhoria do sistema de observação e monitorização, cooperação entre partes interessadas e entre países.

O projeto propõe partilhar soluções bem-sucedidas e inovadoras que promovam a adaptação e desenvolver estratégias de âmbito regional, no mediterrâneo, para o desenvolvimento de uma nova heterogeneidade florestal, mantendo o valor económico - desenvolvimento de métodos para restauração ecológica de terras degradadas (florestamento, bioengenharia) informação, consciência da sociedade e melhoria da governança. O projeto concentra-se nos riscos de erosão, fogo e dieback.

Descritores: Floresta; Alterações Climáticas


Objetivos visados:

O objetivo do projeto é desenvolver novas técnicas para melhorar a adaptabilidade das áreas naturais do Mediterrâneo às alterações climáticas, particularmente o risco de erosão, incêndios florestais e morte, adoptando quatro abordagens complementares: (1) O desenvolvimento de mudanças nos ecossistemas, a monitorização e adoção de novas metodologias de observação destes sistemas;

(2) O desenvolvimento de nova metodologia florestal que promova a heterogeneidade, mantendo o valor económico;

(3) O desenvolvimento de métodos ecologicamente corretos para restaurar e plantar terras degradadas;

(4) As informações, aumentando a conscientização pública e melhorando a governação destes sistemas.



Pontos de situação / Resultados:

Principais recomendações técnicas resultantes do projeto:

(1) Melhorar o crescimento e produção dos povoamentos florestais para aumentar a resiliência às alterações climáticas;

(2) Melhorar a adaptação genética de espécies arbóreas locais;

(3) substituir espécies em declínio por espécies exóticas;

(4) Adaptar as técnicas de reflorestamento;

(5) Monitorizar e gerir os diebacks de novos povoamentos;

(6) observar com precisão a dinâmica vegetal;

(7) Abordar o risco crescente de incêndios florestais;

(8) evitar a erosão do solo e a desertificação;

(9) Contém os processos de erosão localizados.

Tópicos baseados na recomendação encontrada em: https://aifm.org/sites/default/files/fichiers/final_book_forclimadapt.pdf