Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • S11
  • S5
  • S2
  • S12
  • S6
  • S3
  • S13
  • S7
  • S8
  • S14
  • Inovação na Agricultura

Projetos Rede Rural Nacional

Pesquisar projectos

Salvaguarda da Dieta Mediterrânica para a promoção de um estilo de vida saudável e modelo de sociedade sustentável

Entidade líder do projeto: Câmara Municipal de Tavira
Responsável pelo projeto: Ana Paula Martins e Corina Romeira
Parceiros:

-

Breve descrição:

O projeto tem por missão contribuir para a implementação de uma estratégia de salvaguarda, promoção e valorização da Dieta Mediterrânica enquanto Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO, e para a sua preservação enquanto herança cultural identitária portuguesa, estilo de vida saudável, padrão alimentar de excelência e importante fator de desenvolvimento dos territórios.

Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

A Dieta Mediterrânica (DM), pelos valores que tem associados, promove uma alimentação e um estilo de vida saudável com resultados significativos na promoção da saúde e combate à doença, nomeadamente à COVID 19. A DM está associada ao consumo de produtos locais, frescos e sazonais, produzidos com frequência em explorações agrícolas familiares e comercializados em circuitos curtos, com apelo aos sabores e paladares das gastronomias locais, contribuindo para a valorização dos produtos locais e de proximidade, para a salvaguarda das variedades regionais e para a dinamização das economias locais e regionais. A DM foi reconhecida pela UNESCO como Património Cultural Imaterial da Humanidade, no entanto a adesão dos portugueses ao padrão da DM é baixo, em especial nos grupos etários mais jovens, de menores rendimentos e mais baixas escolaridades.

Objetivos visados:
  • Promover a articulação entre os diferentes atores relevantes com intenção na salvaguarda e valorização da DM, a nível nacional e internacional e a criação de sinergias suporte a uma ação concertada para a salvaguarda e valorização da DM em Portugal;
  • Aumentar a adesão ao modelo da DM e promover estilos de vida e comportamentos alimentares saudáveis, através da implementação de estratégias de informação e comunicação dirigidas a públicos específicos; 
  • Contribuir para a definição e implementação de uma estratégia de promoção e valorização da DM enquanto fator de desenvolvimento sustentado dos territórios;
  • Elaborar e acompanhar a implementação da Agenda de Investigação e Inovação da DM.
Sumário do plano de ação:

a) Alargar a rede de parceiros e consolidar o trabalho para a salvaguarda e valorização da DM, através da criação de quatro conselhos regionais da Dieta Mediterrânica (Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo e Alentejo);   

b) Definir  e experimentar estratégias de comunicação sobre Dieta Mediterrânica e alimentação saudável dirigidas a jovens em idade escolar adequadas às regiões do Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo e Alentejo, com base na estratégia elaborada e experimentada pelo Algarve; 

c) Criar site e facebook, editar folha informativa, revista e edição de vídeos a emitir em canal de TV, para divulgar iniciativas inovadoras ou relevantes de salvaguarda e valorização da DM e de sensibilização aos benefícios da DM enquanto estilo de vida saudável e dinamizador dos territórios rurais; 

d) Definir orientações e materiais de apoio à efetiva introdução da DM nos menus das refeições escolares e ações de sensibilização para diretores e técnicos das autarquias; 

e) Elaborar e divulgar documentos com sistematização de conhecimentos técnicos e divulgação de iniciativas inovadoras sobre a salvaguarda e valorização da DM resultantes dos seminários e reuniões anuais da rede de países que integram a rede da DM enquanto património cultural imaterial da humanidade reconhecido pela UNESCO.

Pontos de situação / Resultados:
  • Edição  folha informativa do CCDM em julho;
  • Edição 1º revista do CCDM em setembro 2020;
  • Organização de 4 Sessões Regionais de articulação dos principais atores de cada região no âmbito da salvaguarda e valorização da Dieta Mediterrânica (Norte, Centro, Lisboa e vale do Tejo e Alentejo), a realizar entre Outubro 2020 e janeiro 2021 (reprogramação);
  • Lançado site do CCDM
  • Editada 1 Brochura e 1  roll up de divulgação do CCDM;
  • Participação na Feira da Dieta Mediterrânica, através de stand em setembro de 2019;
  • Participação em reuniões internacionais com os estados/comunidades representativas da Dieta Mediterrânica, reconhecida pela UNESCO a Património Cultural Imaterial da Humanidade.