Inovação para a Agricultura

Rede Rural Nacional - Página do FacebookRede Rural Nacional - Página do TwitterRede Rural Nacional - Página do InstagramRede Rural Nacional - Canal do Youtube
PT EN
  • S6
  • S5
  • S2
  • S14
  • S3
  • S8
  • S11
  • S13
  • S12
  • Inovação na Agricultura
  • S7

Projetos Interreg Sudoe

Pesquisar projectos

COPPEREPLACE - Desenvolvimento e implementação de novas tecnologias, produtos e estratégias para reduzir a aplicação de cobre em vinhas e remediar solos contaminados na região SUDOE

Entidade líder do projeto: Plataforma Tecnológica del Vino
Responsável pelo projeto: Plataforma Tecnológica del Vino
Site do projeto: https://coppereplace.com/pt/projeto-coppereplace-plano-de-trabalho/
Parceiros:

Associaçao para o Desenvolvimento da Viticultura Duriense (ADVID); Institut Français de la Vigne et du Vin (IFV); SOGRAPE VINHOS S.A; Centro de Valorización Ambiental del Norte (CVAN); Universitat Politècnica de Catalunya (UPC-UMA); Vignerons Bio Nouvelle; Aquitaine (SVBNA); FUNDACIO EURECAT; FAMILIA TORRES; Universidade do Porto (GreenUPorto); Universidade de Vigo (UVIGO); LBS; Jean Leon; D.O Monterrei; D.O Rías Baixas; Fundación Empresa Universidad Gallega (FEUGA); Paco & Lola (Cooperativa Vitivinícola Arousana SCG); Unió Origen; Bodegas Santiago Ruíz SA; Consellería do Medio Rural da Xunta de Galicia; Pazo Señorans SL; Federación Española del Vino; Dirección General de Sanidad de la Producción Agraria-Subdirección de Sanidad e Higiene Vegetal; Bodegas LAN; Symbiotec Laboratoire; Terres du Futur SAS; Immunrise Biocontrol; BIOMEDE; General Directorate for Food and Veterinary (DGAV); Comité Européen des Enterprises Vins (CEEV)

Breve descrição:

O objetivo do projeto consiste em validar uma série de soluções integradas, inovadoras e viáveis para reduzir o uso do cobre em viticultura e o seu impacto ambiental. Estas soluções serão transferíveis e duradouras, para que o setor vitivinícola cumpra a nova lei europeia, promovendo uma produção respeitadora do meio ambiente.

O projeto abordará este objetivo a partir de três perspetivas:

  1. Validação de Tecnologias Facilitadoras Essenciais (TFE) em biotecnologia, usando produtos alternativos, agricultura smart e de precisão e estratégias de manuseamento de solos.
  2. Implementação de itinerários de manuseamento de cultivo integrado sustentáveis e economicamente viáveis.
  3. Criação de uma rede de conhecimento para a transferência de resultados.

A nível técnico, o consórcio do COPPEREPLACE estabeleceu uma série de Grupos de Trabalho (GT) que abordarão os diferentes estudos e investigações no quadro do projeto:

GT – 1 Teste e implementação de produtos emergentes que substituam o cobre como agente de controlo de doenças em vinhedos.

GT – 2 Identificação de solos vulneráveis à contaminação por cobre, implementação de novas técnicas para remediação de solos e impacto no reaparecimento de doenças fúngicas.

GT – 3 Desenvolvimento de novas estratégias de gestão de vinhedos para otimizar a distribuição de fitossanitários por spray de acordo com as melhores práticas para a arquitetura da copa.

GT – 4 Desenvolvimento e implementação de um sistema de manuseamento integrado com doses baixas ou nulas de cobre, adaptado a cada condição de cultivo.

GT – 5 Avaliação de impacto económico, ambiental e social da nova ferramenta de manuseamento de vinhedos.

GT – 6 Criação de uma rede de conhecimento SUDOE sobre usos alternativos ao cobre em vinhedos e técnicas de remediação de solos.

Para cumprir o seu propósito, entre novembro de 2020 e fevereiro de 2023, o COPPEREPLACE será desenvolvido por um consórcio internacional. A ADVID participa, através do Departamento de Serviços Técnicos e do CoLAB VINES&WINES.

O projeto, liderado pela Plataforma Tecnológica del Vino (PTV), tem um orçamento superior a 1,6 milhões de euros e recebeu um financiamento acima de 1 milhão de euros por parte do Programa de Cooperação Interreg V-B Sudoeste Europeu (Interreg Sudoe).

O COPPEREPLACE criará uma rede de stakeholders, constituída por viticultores e outros representantes do panorama vitivinícola internacional, que pretende envolver todos os intervenientes interessados no projeto, para que possam contribuir com os seus conhecimentos e competências.