Inovação para a Agricultura

pten
Rede Rural Nacional - Página do FacebookRede Rural Nacional - Página do TwitterRede Rural Nacional - Página do InstagramRede Rural Nacional - Canal do Youtube

 

                                        Rede Rural Nacional       PDR 2020       Portugal 2020       FEADR

S1.png
S2.png
S3.png
S5.png
S6.png
S7.png
S8.png
S9.png
S10.png
S11.png
S12.png
S13.png
S14.png
S16.png
previous arrow
next arrow

 Projetos de Bioeconomia

Pesquisar projectos

Co-CerealValue - Valorização sustentável de subprodutos do processamento e armazenamento de cereais

Entidade líder do projeto: SILOS DE LEIXÕES - UNIPESSOAL LDA
Responsável pelo projeto: Nuno Fernandes
Parceiros:

GERMEN; ENESII; UCP; INESI

Breve descrição:

O projeto Co-CerealValue pretende investigar e desenvolver novos produtos para a alimentação humana (Food) e animal (Feed), nomeadamente novos granulados e pellets, a partir da valorização de subprodutos do processamento e armazenamento de cereais, como a sêmea, o gérmen e o pó de cereal, e de outros subprodutos ou recursos naturais de baixo valor, assegurando alto teor em proteínas, antioxidantes e fibras.O projeto Co-CerealValue pretende investigar e desenvolver novos produtos para a alimentação humana (Food) e animal (Feed), nomeadamente novos granulados e pellets, a partir da valorização de subprodutos do processamento e armazenamento de cereais, como a sêmea, o gérmen e o pó de cereal, e de outros subprodutos ou recursos naturais de baixo valor, assegurando alto teor em proteínas, antioxidantes e fibras.O projeto tem como principais objetivos valorizar os subprodutos resultantes do processamento de cereais (a sêmea e o gérmen) através da formulação e caracterização de: novos de granulados funcionais para consumo humano, enriquecidos por recursos naturais de baixo valor assegurado e alto teor em proteína, lípidos polinsaturados funcionais, fibras e minerais; novos pellets para animal à base de sêmea e pó de cereal com estabilidade prolongada até 12 meses (menor oxidação e crescimento de microrganismos) suportada em recursos naturais sem valor ou subprodutos ricos em antioxidantes ? esteva, dreche e casca de bolota; baseando-se no desenvolvimento de um modelo de simbiose industrial; com vista à redução de desperdícios nos novos processos industriais a integrar no setor agroalimentar; monitorizar a cadeia de valor a partir da incorporação tecnológica ao nível da sensorização, permitindo o controlo da qualidade da matéria-prima no transporte e no armazenamento, estabelecendo uma conexão clara à Industria 4.0. Para a prossecução de tais objetivos, foi definido um consórcio constituído por 2 entidades empresariais, nomeadamente o copromotor líder Silos de Leixões, que possui uma larga experiência na receção, armazenamento, movimentação e expedição de granéis agroalimentares, e ainda a GERMEN, que é uma entidade especializada na moagem de cereais; bem como por 2 entidades não empresariais do sistema I&I (ENESII), nomeadamente a Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa (UCP) e o Departamento de Produtos e Sistemas do INEGI.