Inovação para a Agricultura

pten
Rede Rural Nacional - Página do FacebookRede Rural Nacional - Página do TwitterRede Rural Nacional - Página do InstagramRede Rural Nacional - Canal do Youtube
  • S7
  • S13
  • S2
  • S8
  • S12
  • S14
  • S6
  • S5
  • S11
  • Inovação na Agricultura
  • S3

 Projetos de Bioeconomia

Pesquisar projectos

Enfardar Naturalmente – Transição para uma Agricultura Ecológica

Entidade líder do projeto: AEPGA - Associação para o Estudo e Proteção do Gado Asinino
Responsável pelo projeto: AEPGA - Associação para o Estudo e Proteção do Gado Asinino
Site do projeto: https://www.transicaoagriculturaecologica.aepga.pt/pt/
Parceiros:

Palombar - Conservação da Natureza e do Património Rural

Breve descrição:

Projeto apoiado pelo Fundo Ambiental, no âmbito da Estratégia Nacional de Educação Ambiental 2020 – Produção e consumo sustentáveis.

O objetivo principal deste projeto é o desenvolvimento de uma campanha de sensibilização ambiental que promova a substituição do fio agrícola de polipropileno pelo fio de sisal, fibra totalmente natural, dirigida a agricultores e demais intervenientes no processo de aquisição de material agrícola.

O projeto visa os seguintes objetivos específicos:

  1. Sensibilizar os atores do território – vendedores e agricultores que recorrem ao fio agrícola para enfardamento – para a iminência da redução do consumo de plástico, com exemplos concretos do seu impacto a nível local e global, por forma a incentivar e despertar para uma visão da natureza mais consciente;
  2. Realizar ações que demonstrem que a alternativa – uma fibra natural e biodegradável – é um material capaz de desempenhar a mesma função com contrapartidas ambientais positivas, a nível regional e nacional;
  3. Contribuir para alterar a perceção destes atores face à preservação da natureza, em que, substituindo apenas o fio na sua produção de cereal, têm a oportunidade de ser um exemplo de boas práticas na agricultura;
  4. Sensibilizar a comunidade escolar para a problemática dos plásticos na agricultura;
  5. Contribuir para a prossecução das metas estabelecidas para Portugal no âmbito da redução de plásticos na UE.

Este projeto responde a obrigações estabelecidas por Portugal em diversos instrumentos legais e aos objetivos dispostos no presente aviso e demais programas, em matéria do uso de plásticos. Com efeito, na atualidade, o fio agrícola de polipropileno deve ser considerado um plástico de uso único, visto que o mesmo não pode ser reciclado. Neste sentido, este projeto que visa sensibilizar os intervenientes no processo de compra do fio agrícola para a sua substituição pelo fio de sisal (fibra natural, totalmente biodegradável) vai de encontro:

  • Às regulamentações da Diretiva (UE) 2019/904 sobre os plásticos de uso único;
  • Eixo Temático da ENEA “Tornar a Economia Circular – Conceção de Produtos e uso eficiente dos recursos” – apoiando a transição da utilização de um material baseado num recurso limitado e poluente, para um produto natural;