Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • S12
  • S3
  • S13
  • S6
  • S14
  • Inovação na Agricultura
  • S8
  • S11
  • S2
  • S5
  • S7

Projetos Alterações Climáticas - RIAAC-AGRI (PDR2020 - Assistência técnica RRN - Área 4)

Pesquisar projectos

Área plano de acção

Fonte de financiamento

EUROOT - Melhoramento da captação de recursos a partir de raízes sob stress em culturas de cereais

Entidade líder do projeto: Centre De Cooperation International En Recherche Agronomique Pour Le Developpement
Responsável pelo projeto: Emmanuel Guiderdoni
Site do projeto: https://cordis.europa.eu/project/rcn/101661_en.html
Parceiros:

Centre De Recerca Agrigenòmica Consorci; Eidgenössische Technische Hochschule Zürich; Forschungszentrum Juelich; Institut National De La Recherche Agronomique; Radboud University Nijmegen; Rheinische Friedrich-Wilhelms-Universitaet Bonn; The James Hutton Institute; Universita Di Bologna; Universite Catholique De Louvain; University Of Aberdeen; University Of Lancaster; The University Of Nottingham; Uniwersytet Slaski; Societa Produttori Sementi; Delley Samen Und Pflanzen; Presens Precision Sensing; Australian Centre For Plant Functional Genomics; Japan International Research Center For Agricultural Sciences; Pennsylvania State University

Data de início do projeto: 01-01-2013
Data de fim do projeto: 31-12-2015

Fonte de financiamento : 7th FRAMEWORK PROGRAMME
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

O objetivo do EURoot é ajudar os agricultores a combater as alterações climáticas procurando satisfazer a crescente exigência social por uma agricultura sustentável com a redução do uso de água e fertilizantes. Neste projeto pretendeu-se aumentar a capacidade dos cereais para adquirir água e nutrientes através das suas raízes e manter o crescimento e desempenho sob condições de stress usando plataformas de fenotipagem e modelação.

Descritores: Milho; melhoramento genético


Objetivos visados:

Neste projeto realizaram-se um conjunto de atividades experimentais orientados para melhor entender e modelar:

(1)  As bases genéticas e funcionais das características da raiz envolvidas na exploração do solo e na absorção de recursos; 

(2) As propriedades biogeoquímicas do solo, incluindo a associação benéfica com fungos e micorrizas, influenciando a extração de nutrientes e água pelo sistema radicular e

(3) Os processos de sinalização de plantas envolvidos na deteção do ambiente do solo e responsáveis pela resposta adaptativa do sistema radicular, potencializando a exploração do solo e a aquisição de recursos.



Pontos de situação / Resultados:

(1) Os resultados demonstraram que o milho responde positivamente à colocação profunda de nutrientes desenvolvendo raízes na profundidade apropriada. Esse crescimento pode ajudar as plantas a resistirem à diminuição da água no solo, mantendo a sua produtividade.

(2) O ótimo desenvolvimento das raízes para a aquisição de fosforo é influenciado pelo pH do solo.