Inovação para a Agricultura

pten
Rede Rural Nacional - Página do FacebookRede Rural Nacional - Página do TwitterRede Rural Nacional - Página do InstagramRede Rural Nacional - Canal do Youtube

 

                                        Rede Rural Nacional       PDR 2020       Portugal 2020       FEADR

S1.png
S2.png
S3.png
S5.png
S6.png
S7.png
S8.png
S9.png
S10.png
S11.png
S12.png
S13.png
S14.png
S16.png
previous arrow
next arrow

Projetos Alterações Climáticas - RIAAC-AGRI (PDR2020 - Assistência técnica RRN - Área 4)

Pesquisar projectos

Área plano de acção

Fonte de financiamento

BacPlant - Rumo a uma agricultura sustentável, aumentando a tolerância das plantas ao stress biótico sob alterações climáticas

Entidade líder do projeto: Université de Reims Champagne Ardenne, França
Responsável pelo projeto: Cédric Jacquard
Site do projeto: https://www.univ-reims.fr/site/bacplant/home,19602,33139.html
Parceiros:

Université du Littoral Côte d’Opale, França;  Institut Supérieur d’Agriculture Lille, FranceUniversité du Littoral Côte d’Opale, França;  Institut Supérieur d’Agriculture Lille, FranceAcolyance, França; Institut National de la Recherche Agronomique de Tunis, Tunisia; Institut National de la Recherche Agronomique, Morroccs; Institut Agronomique et Vétérinaire Hassan II, Morrocos

Data de início do projeto: 01-01-2016
Data de fim do projeto: 31-12-2019

Fonte de financiamento : ERA NET
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

Hoje em dia, a agricultura está sujeita a  desafios sem precedentes. Além de melhorar o falta de alimentos para um colmatar a fome no mundo, a agricultura deve atender à nova procura da crescente população e competição por produtos agrícolas da produção de bioenergia. No entanto, prevê-se de que as alterações climáticas (AC) terão um grande impacto na produção agrícola em muitas partes do mundo. Para a Bacia do Mediterrâneo, uma das áreas potencialmente mais vulneráveis, prevemos um aumento das temperaturas médias anuais e um declínio na precipitação média anual. Além disso, a duração do período de seca será de 3 a 8 vezes mais frequente do que no presente. Temperaturas elevadas e déficit hídrico resultantes das AC podem influenciar consideravelmente o crescimento e desenvolvimento das plantas como sua suscetibilidade a patógeneos.

Nesta situação, a agricultura mediterrânica terá que se adaptar às AC. Como as plantas são cercadas por densas populações de agentes de biocontrole microbiano, o que potencialmente lhes permite lidar melhor com estresses bióticos e abióticos, é necessário valorizá-los. Atualmente, há um número crescente de resultados de estudos de campo e de laboratório, que confirmaram que a inoculação com agentes de biocontrole microbianos pode ter efeitos positivos sobre a saúde e o crescimento das plantas. Estes micróbios benéficos podem também aumentar a resistência das plantas a vários estresses ambientais, por exemplo, seca, salinidade e deficiência de nutrientes. Ao moderar o estresse, esses microrganismos benéficos abrem novos caminhos / possibilidades para a tecnologia avançada através de seu uso para inocular plantas ou para fornecer sementes revestidas com MBAs que sejam capazes de lidar com o estresse e, assim, aumentar a sustentabilidade dos sistemas de produção.

Descritores: Alterações Climáticas; agentes biológicos microbianos; doenças de plantas


Objetivos visados:

O projeto adotará uma estratégia ambientalmente sustentável para enfrentar os efeitos da seca e do calor, ao mesmo tempo que preserva ou até melhora o rendimento, a saúde e a qualidade das culturas. Além disso, o uso de agentes de biocontrole microbianos melhorará a qualidade do solo usando baixos consumos e mitigará as emissões de carbono em climas futuros.



Pontos de situação / Resultados:

Em curso.