Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • S6
  • S3
  • S14
  • S13
  • Inovação na Agricultura
  • S11
  • S2
  • S7
  • S8
  • S12
  • S5

Projetos Alterações Climáticas - RIAAC-AGRI (PDR2020 - Assistência técnica RRN - Área 4)

Pesquisar projectos

Área plano de acção

Fonte de financiamento

PRODEHESA MONTADO - Proyecto de Cooperación Transfronteriza para la Valorización Integral de La Dehesa -Montado

Entidade líder do projeto: Centro de Investigaciones Científicas y Tecnológicas de Extremadura (CICYTEX)
Responsável pelo projeto: Mª José Trinidad
Site do projeto: http://prodehesamontado.eu/
Parceiros:

Gestiona Global S.L.; Asociación Empresarial Centro Tecnológico Nacional Agroalimentario “Extremadura” (CTAEX); Universidad de Extremadura (UEX); Fedehesa, Federación Española de la Dehesa; Universidad de Sevilla; Extremadura Avante Servicios Avanzados a Pymes S.L.U; INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.; Consejería de Medio Ambiente y Ordenación del Territorio. Junta de Andalucía; Agencia de Gestión Agraria y Pesquera de Andalucía (AGAPA); Junta de Extremadura. Dirección General de Medio Ambiente; Instituto Tecnológico de Rocas Ornamentales y Materiales de Construcción (INTROMAC); Cátedra de Ganadería Ecológica Ecovalia (Universidad de Córdoba); QUERCUS –Associação Nacional de Conservação da Natureza; Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P. (ICNF); Universidade de Évora

Data de início do projeto: 01-01-2015
Data de fim do projeto: 31-12-2019

Fonte de financiamento : INTERREG
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

O montado/dehesa é um ecossistema agrossilvipastoril transfronteiriço sem comparação na Europa, encontra-se numa grave crise. É além disso a ferramenta mais importante e graças aos seus serviços e produtos, face à mitigação da mudança climática e à minimização da erosão na Europa.

Descritores: Montado; Sobreiro; Floresta; Alterações Climáticas


Objetivos visados:

Com este Projeto pretende-se promover as atuações necessárias para valorizar a região demarcada quer na área do meio ambiente quer na económica, partindo de um ponto de vista sustentável, por meio da criação de estruturas de cooperação estáveis que promovam o investimento de empresas em Inovação, estabelecer sinergias entre as empresas (60.000), centros de I+D+i, transferência de tecnologia, aplicações de serviço público e procura de produtos de regiões com montado.



Pontos de situação / Resultados:

Em curso.