Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • S14
  • S6
  • S11
  • S2
  • S3
  • S12
  • S8
  • S10
  • S7
  • S13
  • S5

Projetos Alterações Climáticas - RIAAC-AGRI (PDR2020 - Assistência técnica RRN - Área 4)

Pesquisar projectos

Área plano de acção

Fonte de financiamento

SUSTAINSYS - Sistemas Agro-Florestais Sustentáveis ​​Ambientais

Entidade líder do projeto: Universidade de Trás-Os-Montes e Alto Douro
Responsável pelo projeto: Rui Cortes
Site do projeto: http://www.citab.utad.pt/project_details.php?ID=533
Parceiros:

_

Data de início do projeto: 01-01-2014
Data de fim do projeto: 31-12-2016

Fonte de financiamento : PT 2020, FCT
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

A SUSTAINSYS procura a integração de sistemas de uso da terra agrícola e florestal para fornecer árvores e outros produtos agrícolas e, ao mesmo tempo, proteger, conservar, diversificar e sustentar recursos económicos, ambientais, humanos e naturais. Tendo em conta os problemas ambientais enfrentados pela agricultura moderna e do ênfase colocado no desenvolvimento de sistemas agrícolas e naturais sustentáveis, a agrossilvicultura pode ter impactos económicos, ambientais e sociais duradouros. Como parte de um sistema de gestão da terra ecológico, as práticas agroflorestais podem contribuir substancialmente para gerar e preservar a diversidade do ecossistema. Nas escalas da parcela, bacias hidrográficas e de paisagem, a integração de práticas agroflorestais pode transformar nossas terras agrícolas em sistemas agrícolas estáveis, resilientes, diversificados, estéticos e sustentáveis. Portanto, a SUSTAINSYS direciona a pesquisa para criar as ferramentas para o aprimoramento da biodiversidade da paisagem, através da manutenção de sua conectividade, complexidade e, simultaneamente, aumentando, diversificando e sustentando o rendimento rural.

Descritores: Floresta; sustentabilidade


Objetivos visados:

Este projeto será desenvolvido na bacia do Douro, no Norte de Portugal, uma área estrategicamente vital para planos nacionais relativos ao futuro abastecimento de água, paisagem agroflorestal e produção de energia hidroelétrica. Serão utilizados modelos ecológicos e resultados espaciais, tendo em conta os cenários esperados de mudança do uso da terra, ou seja, diferentes práticas agroflorestais.

Os dados resultantes serão selecionados para sua aplicabilidade direta nos planos de monitorização. Isto será seguido pela atribuição de pontuações e variáveis para uso em sistemas de avaliação tipologicamente relevantes, confiáveis e práticos, de fácil compreensão pelas partes interessadas. Consequentemente, a aplicação desses resultados pode ser útil para avaliar medidas de mitigação que possam levar a uma melhor qualidade ambiental ou até estabelecer valores / níveis limiares necessários para a avaliação qualitativa da saúde do ecossistema.



Pontos de situação / Resultados:

_