Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • S13
  • S14
  • S11
  • S3
  • S5
  • S8
  • S7
  • S2
  • S6
  • S10
  • S12

Projetos Alterações Climáticas - RIAAC-AGRI (PDR2020 - Assistência técnica RRN - Área 4)

Pesquisar projectos

Área plano de acção

Fonte de financiamento

oLIVE-CLIMA - Introdução de novas práticas de gestão de culturas olivícolas centradas na mitigação e adaptação às alterações climáticas

Entidade líder do projeto: Development Agency of Eastern Thessaloniki's Local Authorities, ANATOLIKI SA
Responsável pelo projeto: Eutychia Kivrakidou
Site do projeto: http://www.oliveclima.eu/en/
Parceiros:

National Agricultural Research Foundation-Institute for Olive Tree & Subtropical Plants of Chania, Creta; National Agricultural Research Foundation-Soil Science Institute of Athens; National Agricultural Research Foundation-Land Reclamation Institute, Thessaloniki; Dipartimento Di Scienze dei Sistemi Colturali, Forestali e dell'Ambiente, Potenza; RodaxAgro Ltd Environment & Quality, Athens; Agriculture Press Publishing Company (AGROTYPOS) S.A., Amaroussion, Greece NILEAS-Agricultural Cooperative for Standardized Products-Nestor Messinia; Union of Agricultural Cooperatives of Peza, Crete, Greece Union of Agricultural Cooperatives of Mirabello

Data de início do projeto: 01-01-2012
Data de fim do projeto: 31-12-2017

Fonte de financiamento : LIFE
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

As atividades humanas contribuem para aumentar o nível de gases com efeito de estufa (GEE) na atmosfera, criando novas fontes de emissões ou removendo os sumidouros naturais. A agricultura é geralmente considerada uma fonte de GEEs, mas práticas agrícolas apropriadas que aumentam a capacidade das plantas de capturar GEEs e removê-las da atmosfera podem mudar essa situação, de modo que a terra agrícola se torne um sumidouro de carbono.

Descritores: Mitigação; Adaptação; Alterações climáticas; Olival; Gases com Efeito de Estufa


Objetivos visados:

O principal objetivo do projeto oLIVE-CLIMA é testar a introdução de novas práticas de cultivo para as culturas arbóreas, a fim de encontrar um meio económico de mitigar e adaptar às alterações climáticas. O projeto concentra-se especificamente em áreas de produção de azeitonas na Grécia, investigando o potencial dessas áreas para aumentar o sequestro de carbono por solos e reduzir as emissões de GEE. Trabalhará com agricultores de três organizações de agricultores que reflitam as diferentes situações socioeconómicas atualmente prevalecentes na Grécia; desde a agricultura mais tradicional até a agricultura inovadora e ambientalmente sensível.



Pontos de situação / Resultados:

Os resultados mostraram que a cobertura vegetal não foi significativamente afetada pela aplicação de novas práticas de cultivo nas áreas de estudo, com exceção da área de estudo Peza, que diminuiu significativamente em 2013 e 2014 em comparação com os controles. As características da oliveira (como altura, formação da copa, etc.) não foram significativamente afetadas pela implementação de novas práticas de cultivo. Além disso, a aplicação de novas práticas de cultivo não afetou o teor de carbono, macronutrientes e oligoelementos nas plantas infestantes. A percentagem de plantação direta aumentou nas áreas de estudo, sugerindo que vários agricultores foram convencidos a abandonar as tradicionais práticas agrícolas intensivas.Os resultados mostraram que a cobertura vegetal não foi significativamente afetada pela aplicação de novas práticas de cultivo nas áreas de estudo, com exceção da área de estudo Peza, que diminuiu significativamente em 2013 e 2014 em comparação com os controles. A mudança observada nos níveis de C orgânico do solo foi considerável através da aplicação de composto, uma vez que o composto contribuiu com uma quantidade de 750 kgr C por ha.fonte: http://www.oliveclima.eu/pt/actions-deliverables/