Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • S7
  • S2
  • S14
  • S3
  • Inovação na Agricultura
  • S11
  • S8
  • S6
  • S5
  • S13
  • S12

Projetos Alterações Climáticas - RIAAC-AGRI (PDR2020 - Assistência técnica RRN - Área 4)

Pesquisar projectos

Área plano de acção

Fonte de financiamento

AgriClimateChange - Luta contra as alterações climáticas através da agricultura: aplicação de um sistema comum de avaliação nas 4 maiores economias agrícolas da UE

Entidade líder do projeto: Fundación Global Nature
Responsável pelo projeto: Eduardo De Miguel
Site do projeto: https://agriadapt.eu/mitigation-farming-sector/
Parceiros:

SOLAGRO; Bodensee Stiftung Comunità Montana-Associazione dei Comuni Trasimeno–Medio Tevere; Consejería de Agricultura de la Región de Murcia

Data de início do projeto: 01-01-2010
Data de fim do projeto: 31-12-2013

Fonte de financiamento : LIFE
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

Mitigar os impactos negativos das alterações climáticas é um dos mais importantesMitigar os impactos negativos das alterações climáticas é um dos mais importantesdesafios na UE nas próximas décadas. Nesse sentido, a agricultura terá um papel fundamental, pois as emissões agrícolas representam cerca de 11% do total emissões de gases com efeito de estufa (GEE) da UE-28. Promover sistemas agrícolas que permitam combater as alterações climáticas é uma estratégia poderosa para melhorar as condições climáticas, preservarnatureza e aumentar a competitividade do sector agrícola. 

Descritores: Alterações Climáticas; Gases com efeito de estufa


Objetivos visados:

O LIFE + AgriClimateChange foi implementado para demonstrar que a agricultura pode combater as alterações climáticas de forma eficaz e que as ações no setor agrícola não são uma restrição, mas na verdade podem representar uma oportunidade económica relevante (tanto a longo, médio e curto prazo). O projeto foi desenvolvido simultaneamente em quatro países europeus (França, Alemanha, Itália e Espanha) entre setembro de 2010 e dezembro de 2013, com o de determinar e apoiar práticas agrícolas viáveis que possam contribuir para combate às alterações climáticas.



Pontos de situação / Resultados:

Os resultados do projecto AgriClimateChange:

(1) Forneceram ferramentas eficazes que ajudam a medir as reduções de energia e emissões de GEE ao nível das explorações agrícolas;

(2) Identificar medidas de apoio agrícola que contribuam para combater as alterações climáticas;

(3) Oportunidades confirmadas para melhorar a legislação e a regulamentação da UE neste domínio;

(4) Consciencialização das partes interessadas influentes e os decisores sobre uma ação climática eficaz e quantificável nas explorações agrícolas da Europa.

Os resultados mostraram que a energia e as reduções de 10 a 40% de GEE poderiam ser alcançadas pela maioria das explorações agrícolas através da implementação das medidas propostas. As medidas foram focadas em técnicas agronómicas, gestão de gado e de estrume, redução de energia fóssil e armazenamento de carbono.