Inovação para a Agricultura

pten
Rede Rural Nacional - Página do FacebookRede Rural Nacional - Página do TwitterRede Rural Nacional - Página do InstagramRede Rural Nacional - Canal do Youtube

 

                                        Rede Rural Nacional       PDR 2020       Portugal 2020       FEADR

S1.png
S2.png
S3.png
S5.png
S6.png
S7.png
S8.png
S9.png
S10.png
S11.png
S12.png
S13.png
S14.png
S16.png
previous arrow
next arrow

Projetos Alterações Climáticas - RIAAC-AGRI (PDR2020 - Assistência técnica RRN - Área 4)

Pesquisar projectos

Área plano de acção

Fonte de financiamento

PANDORA - Potencial impacto das alterações climáticas em doenças de Eucalyptus spp. causadas por Botryosphaeriaceae em Portugal

Entidade líder do projeto: Centro de Estudos do Ambiente e do Mar, Universidade de Aveiro
Responsável pelo projeto: Artur Jorge Da Costa Peixoto Alves
Parceiros:

Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.; NOVA.ID.FCT - Associação para a Inovação e Desenvolvimento da FCT

Data de início do projeto: 01-01-2013
Data de fim do projeto: 31-12-2015

Fonte de financiamento : PT 2020, FCT
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

O eucaliptal é uma dos sistemas florestais mais importantes, cobrindo uma área global de aproximadamente 20 milhões de hectares. O Eucalyptus globulus, ocupa cerca de 800 000 ha em Portugal. Sabe-se que a seca e os agentes patogénicos afetam o estabelecimento e a produtividade das plantações de eucalipto em todo o mundo.

Descritores: Floresta; Eucalipto, stress hídrico


Objetivos visados:

Este projeto teve como objetivo avaliar o papel do stress hídrico, incluindo tanto o papel da predisposição à seca, na interação de E. globulus com N. eucalyptorum, avaliando a infeção e o desempenho fisiológico das plantas.



Pontos de situação / Resultados:

Os resultados indicam que plantas sob stress foram mais suscetíveis ao patogénico de N. eucalyptorum que as não que não foram sujeitas a stress. No entanto, esta resposta foi particularmente relevante quando as plantas foram inoculadas enquanto da limitação da água.

Além disso, plantas mais resistentes foram ligeiramente mais capazes de combate a infeção fúngica do que as menos resistentes. Este estudo reforça a importância de explorar a interação entre a seca e a doença no Eucalyptus e as respostas fisiológicas subjacentes envolvidas no desempenho da planta.