Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • S8
  • S2
  • S11
  • S14
  • S3
  • S12
  • S7
  • S5
  • Inovação na Agricultura
  • S13
  • S6

Projetos Alterações Climáticas - RIAAC-AGRI (PDR2020 - Assistência técnica RRN - Área 4)

Pesquisar projectos

Área plano de acção

Fonte de financiamento

Desenvolvimento de uma Metodologia para a Integração do Efeitos das Alterações Climáticas na Gestão de Recursos Hídricos para uma Bacia Hidrográfica Portuguesa

Entidade líder do projeto: Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
Responsável pelo projeto: Rodrigo Jorge Fonseca de Oliveira Maia
Parceiros:

Universidade de Évora (UE); Universidade de Évora (UE); National Oceanic and Atmospheric Administration; Centro Operativo e de Tecnologia de Regadio

Data de início do projeto: 01-01-2011
Data de fim do projeto: 31-12-2013

Fonte de financiamento : PT 2020, FCT
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

As alterações climáticas, no contexto da gestão de recursos hídricos, pelo seu caráter evolutivo relativamente lento e pela incerteza que ainda rodeia a matéria, são frequentemente desprezadas (ou excessivamente simplificadas) aquando da realização de estudos sobre as disponibilidades hídricas. A principal tarefa a desenvolver foi a avaliação do efeito das alterações climáticas sobre a gestão dos recursos hídricos na parte portuguesa da bacia hidrográfica do rio Guadiana.  A avaliação das alterações climáticas, a aplicação dos modelos e análise de resultados foi dividida em múltiplas alternativas (i.e., formas alternativas de aplicação/combinação dos modelos) e períodos de estudo (divididos entre histórico e futuros).

Descritores: Regadio; Tomate; Alterações climáticas; recursos hídricos


Objetivos visados:

O objetivo do projeto foi o desenvolvimento/aplicação de um conjunto de metodologias que permitam a análise futura de disponibilidades hídricas e soluções estruturais (entre outros fatores) no contexto das alterações climáticas.



Pontos de situação / Resultados:

O aumento verificado nas necessidades hídricos agrícolas (790 e 850%, em termos médios) para as projeções testadas que se deve ao efeito das alterações climáticas, mas principalmente ao aumento projetado das áreas agrícolas dedicadas à rega. No entanto, devido à maior escassez de recursos hídricos, verificou-se uma diminuição do consumo da água na bacia.

Verificou-se um aumento das necessidades rega nas culturas como o milho, pastagens e pomares. Culturas bem-adaptadas ao clima Mediterrâneo como o Olival e vinhas, mostraram-se menos sensíveis às alterações climáticas.