Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • S5
  • S6
  • S3
  • S11
  • S12
  • S7
  • Inovação na Agricultura
  • S14
  • S8
  • S2
  • S13

Projetos Alterações Climáticas - RIAAC-AGRI (PDR2020 - Assistência técnica RRN - Área 4)

Pesquisar projectos

Área plano de acção

Fonte de financiamento

PURE - Redução do uso e risco de pesticidas em sistemas agrícolas europeus com gestão Integrada de Pragas

Entidade líder do projeto: Institut National de la Recherche Agronomique
Responsável pelo projeto: Sylvie Modeste
Site do projeto: http://www.pure-ipm.eu/
Parceiros:

Rothamsted Research Limited; Aarhus Universitet; Julius Kuhn Institut Bundesforschungsinstitut Fur Kulturpflanzen; Stichting Wageningen Research; Wageningen Universit; Consiglio Nazionale Delle Ricerche; Kmetijski Institut Slovenije - Agricultural Institute Of Slovenia; The James Hutton Institute; Fondazione Edmund Mach; Instituto Valenciano de Investigaciones Agrarias; Instytut Ochrony Roslin - Panstwowy Instytut Badawczy; Debreceni Egyetem; JRC -Joint Research Centre- European Commission;Videncentret For Landbrug; Association De Coordination Technique Agricole; Bayer Cropscience Ag; Biotop Sas; Natural Plant Protection Sas; Burkard Manufacturing Company Limited; Blgg Agroxpertus B.V.; Inra Transfert S.A.; The University Of Sheffield; Invivo Agrosolutions Sas; Soil Cares Research Bv; Scottish Crop Research Institute

Data de início do projeto: 01-01-2011
Data de fim do projeto: 31-12-2015

Fonte de financiamento : 7th FRAMEWORK PROGRAMME
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

Para fazer face à procura mundial por segurança alimentar e novas necessidades ambientais, a agricultura deve aumentar a produção e a qualidade dos alimentos, diminuindo sua pegada ecológica. Garantir sustentabilidade e competitividade com insumos reduzidos de pesticidas é um grande desafio.

Descritores: Pesticidas; Pragas; Tomate; Vinha; Milho


Objetivos visados:

O PURE fornecerá soluções integradas de gestão de pragas (MIP) e um conjunto de ferramentas práticas para sua implementação nos principais sistemas agrícolas europeus (culturas anuais aráveis e vegetais, perenes e protegidas) nas quais a redução do uso de pesticidas e melhor controlo de pragas terá impactos positivos.

O projeto explorará os recentes avanços tecnológicos, ecologia do solo e da paisagem e evolução de pragas para alimentar soluções de MIP com sistemas inovadores de diagnóstico e apoio à decisão, dispositivos físicos e bioprodutos, estratégias para regulação ecológica de pragas e maior durabilidade dos métodos de controlo.



Pontos de situação / Resultados:

O projeto forneceu soluções integradas de gestão de pragas nos principais sistemas agrícolas europeus: sistemas agrícolas anuais (culturas à base de trigo e à base de milho), hortícolas de campo, sistemas perenes (pomares e viticultura e culturas protegidas (com tomate como cultura modelo). Para cada sistema agrícola selecionado, os métodos existentes foram combinados com novas ferramentas e tecnologias em novas soluções MIP combinando meios tácitos (por exemplo, BCAs, métodos de controlo físico) e estratégicos (por exemplo, rotações em culturas anuais) de controlo de pragas e abordando os aspetos biológicos, agronómicos e culturais e diversidade económica na Europa. O projeto desenvolveu estratégias baseadas em modelos ou baseadas em experiências para combater o aparecimento de pragas, bem como ferramentas de diagnóstico inovadoras. Também foram desenvolvidas ferramentas de modelação para ajudar a identificar soluções MIP no futuro próximo. Além disso foi desenvolvido um modelo para vários genótipos de infestantes e um modelo genérico de população de pragas e inimigos naturais em paisagens para implantar medidas de controlo.

O projeto fez um progresso significativo na frente das ferramentas de bio controlo. Também investigou o efeito das práticas de gestão do solo nos mecanismos de supressão de doenças do solo e a resposta dos inimigos naturais às estratégias de alteração de habitat.