Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • Inovação na Agricultura
  • S13
  • S6
  • S8
  • S7
  • S11
  • S14
  • S12
  • S3
  • S5
  • S2

Projetos Alterações Climáticas - RIAAC-AGRI (PDR2020 - Assistência técnica RRN - Área 4)

Pesquisar projectos

Área plano de acção

Fonte de financiamento

FARMPATH - Transições agrícolas: caminhos para a sustentabilidade regional da agricultura na Europa

Entidade líder do projeto: The James Hutton Institute
Responsável pelo projeto: Emma Wing
Site do projeto: http://farmpath.hutton.ac.uk/
Parceiros:

Universitaet Fuer Bodenkultur Wien; Agricultural University of Athens; University Of National and World Economy; Verein fur Landliche Strukturforschung Ev*Institut fur Landliche Strukturforschung an der Johann Wolfganggothe-Universitat; Ceska Zemedelska Univerzita v Praze; University of Plymouth; Universidade de Évora; Institut Superieur des Sciences Agronomiques, Agroalimentaires, Horticoles et du Paysage; The Macaulay Land Use Research Institute

Data de início do projeto: 01-01-2011
Data de fim do projeto: 31-12-2014

Fonte de financiamento : 7th FRAMEWORK PROGRAMME
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

Durante a última década, a transição com respeito ao aumento da sustentabilidade na agricultura, tem sido um tema central no trabalho de governantes, ONGs e instituições de investigação. Numerosas publicações, incluindo o White Paper on Adapting to Climate Change (2009) da Comissão Europeia, identificaram a importância de aumentar a sustentabilidade da agricultura de forma a ir ao encontro dos desafios futuros. No entanto, apesar da adoção da noção de desenvolvimento sustentável da agricultura enquanto princípio básico da política da CE, está a tornar-se cada vez mais claro que mudanças são necessárias para garantir que a agricultura na EU possa atender à crescente variedade de bens e funções públicas desejadas pelos cidadãos europeus (p. ex. elevada segurança e qualidade alimentar, energia renovável e produção de fibras, protecção do ambiente, comunidades rurais viáveis, paisagens com interesse para o recreio).

Ao mesmo tempo, os agricultores europeus lidam com preços flutuantes dos produtos agrícolas, mudanças nos regimes de subsídios, riscos e surtos de doenças, eventos climáticos extremos, e uma notória falta de jovens interessados em se tornarem agricultores.

Descritores: sustentabilidade


Objetivos visados:

O objetivo global é identificar e avaliar as trajetórias de transição futuras para a sustentabilidade da agricultura na Europa, e as necessidades de inovação social e tecnológica requeridas para dar início e progredir nessas trajetórias.



Pontos de situação / Resultados:

Vinte e um caso de estudos de agricultura sustentável foram concluídos em vários Estados-Membros da UE. Estes estão agora disponíveis como relatórios e fichas técnicas em vários idiomas. Além disso, foi criada uma rede chamada National National Stakeholder Partnership Groups, para orientar o trabalho futuro. Revisões de literatura e bases de dados estatísticas da UE, os investigadores também descobriram que a falta de jovens agricultores é uma percepção falsa. De facto, a presença de jovens agricultores está relacionada com o tamanho do setor agrícola, bem como com a rentabilidade dos projetos. Os investigadores também descobriram que a inovação agrícola geralmente vem de fora da indústria agrícola e sugerem que o envolvimento intersectorial melhoraria essa situação.