Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • S2
  • S12
  • S7
  • S14
  • S5
  • S13
  • S11
  • S6
  • Inovação na Agricultura
  • S8
  • S3

Projetos Alterações Climáticas - RIAAC-AGRI (PDR2020 - Assistência técnica RRN - Área 4)

Pesquisar projectos

Área plano de acção

Fonte de financiamento

SURE-Farm - Rumo a sistemas de agricultura sustentável e resilientes na União Europeia

Entidade líder do projeto: Wageningen University
Responsável pelo projeto: Miranda Meuwissen
Site do projeto: http://surefarmproject.eu/
Parceiros:

Katholieke Universiteit Leuven; Eigen Vermogen Van Het Instituut Voor Landbouw en Visserijonderzoek; University of Gloucestershire Lbg; Aberystwyth University; Sveriges Lantbruksuniversitet; Universitetet i Bergen; Institut National de la Recherche Agronomique; Universidad Politecnica de Madrid; Universita, degli Studi Della Tuscia; Eidgenoessische Technische Hochschule Zuerich; Leibniz-Institut Fuer Agrarentwicklung In Transformationsoekonomien (Iamo); Institute Of Agricultural Economics; University Of National And World Economy; Instytut Rozwoju Wsi I Rolnictwa Polskiej Akademii Nauk; Georg-August-Universitat Gottingenstiftung Offentlichen Rechts

Data de início do projeto: 02-01-2017
Data de fim do projeto: 31-12-2021

Fonte de financiamento : H 2020
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

A resiliência e a sustentabilidade dos sistemas agrícolas da Europa já não podem ser dados como garantidos, dado o ambiente completo e volátil em torno das questões económicas, sociais e ecológicas do sector. Abordando esta problemática do ponto de vista da resiliência dos sistemas, o SURE-Farm desenvolveu uma estrutura abrangente de capacitação em resiliência, desenvolveu e aplicou ferramentas de avaliação de resiliência e criou esquemas de implementação em conjunto.

Descritores: Resiliência da agricultura; gestão integrada


Objetivos visados:

Os objetivos do projeto são:

(1) medir os determinantes da resiliência;

(2) melhorar as decisões e gestão relacionadas com os riscos dos agricultores;

(3) avaliar as alterações demográficas das explorações agrícolas e as suas ligações aos mercados de trabalho;

(4) avaliar o atual conjunto de políticas e desenvolver opções de políticas para melhorar a resiliência;

(5) fazer projeções integradas de longo prazo da resiliência do sistema agrícola;

(6) e identificar caminhos para implementar um ambiente de aprimoramento de resiliência.

Estes objetivos são alcançados através do desenvolvimento de cenários de fatores de stress, analisando as perceções e comportamentos dos agricultores, desenvolvendo ferramentas de gestão de risco adaptadas a desafios específicos na gama de sistemas agrícolas da UE, criando uma ferramenta de avaliação de demografia agrícola baseada na modelação baseada em agentes e dinâmica das estruturas agrícolas, criando uma nova ferramenta de avaliação de resiliência política para avaliar os pontos fortes e fracos da PAC existente e outras políticas e suas transposições nacionais, e construindo um modelo integrado de avaliação de impacto para proporcionado ferramentas para uma agricultura sustentável.



Pontos de situação / Resultados:

Em curso.