Inovação para a Agricultura

pten
Rede Rural Nacional - Página do FacebookRede Rural Nacional - Página do TwitterRede Rural Nacional - Página do InstagramRede Rural Nacional - Canal do Youtube
  • Inovação na Agricultura
  • S12
  • S3
  • S8
  • S6
  • S13
  • S14
  • S7
  • S11
  • S5
  • S2

Olive-Miracle - Soluções de modelação para melhorar as estratégias de gestão para a oliveira contra futuras alterações do clima


Fonte de financiamento : ERA NET
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

Durante as últimas décadas, a indústria do olival atravessou  um processo de intensificação que levou a mudanças significativas nas suas práticas agronómicas existentes. Os Olivais tradicionais foram, de baixo custo de plantação foram substituídos  por sistemas intensivos. Este processo levou ao primeiro risco ambiental causado pela intensificação: uso excessivo de recursos hídricos. As previsões atuais de alterações climáticas provavelmente irão piorar este problema, sendo dificil de quantificar os potencias impactos.

Descritores: Olival: Alterações Climáticas; Adaptação


Objetivos visados:

O objectivo deste projecto é fornecer ferramentas precisas para testar a eficácia das estratégias de gestão de adaptação / mitigação para apoiar a tomada de decisões de investimento a longo prazo sobre o cultivo de oliveiras em todo o Mediterrâneo no clima actual e futuro. Um ponto central será a harmonização entre os objetivos dos agricultores e dos ecossistemas sustentáveis, combinando a rentabilidade do cultivo de oliveiras com a capacidade de fornecer serviços ambientais, a ser alcançada através de ferramentas de simulação propositadamente desenvolvidas para apoiar a tomada de decisões. Abordagens avançadas de modelação serão usadas para integrar o conhecimento fisiológico disponível em plataformas de modelação existentes e bem estabelecidas, para avaliar o impacto das alterações climáticas e avaliar estratégias de mitigação / adaptação por meio do ajuste dos fatores de agro-gestão. A análise será baseada num conjunto consistente de dados, incluindo clima, solos e informações atuais de agro-gestão, e será conduzido contra os cenários atuais e de curto a médio prazo da mudança climática. Uma abordagem participativa com o envolvimento das partes interessadas será explorada através de um processo reiterativo para identificar / validar práticas viáveis ​​de gestão de oliveiras sustentáveis ​​e económicas.



Pontos de situação / Resultados:

Em curso.

AGRICLASS - Os Serviços de aconselhamento sobre o Clima Agrícola


Fonte de financiamento : OUTROS
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

É provável que as alterações climáticas tenham um impacto significativo sobre a silvicultura e a agricultura. O aumento da concentração de CO2, temperaturas mais altas, mudanças na precipitação e a disponibilidade de humidade do solo terão efeitos significativos sobre o crescimento das culturas e árvores. O projeto desenvolveu conjuntos de dados e ferramentas para ajudar o setor agrícola a usar dados para se adaptar à alteração climática. Através de uma combinação de dados e modelos climáticos e agrícolas, foi possível gerar produtos específicos da região. Esses produtos forneceram aos utilizadores as informações necessárias para entender como as culturas provavelmente serão afetadas pelas alterações climáticas no futuro.

A agricultura e o fornecimento de alimentos serão afetados pelas novas condições para o crescimento das culturas e plantas, provocadas pelas alterações climáticas. Isso pode variar desde mudanças na frequência de pragas e surtos de doenças (distúrbios bióticos) até a ocorrência de incêndios florestais e frequência de tempestades de vento (distúrbios abióticos).

Descritores: Vinha; Floresta; Olival; Alterações climáticas


Objetivos visados:

O objetivo é perceber se os dados climáticos e as previsões climáticas podem informar as decisões dos produtores sobre a plantação e gestão de culturas perenes, lenhosas, em relação às alterações climáticas. O projeto focar-se-á em  três culturas como casos de estudos: vinhas (sudoeste da França), azeitonas (Toscana, Itália) e florestas de faias (Molise, Itália). Culturas lenhosas, que cujo tempo de desenvolvimento é maior e cujo tempo de colheita é mais demorado, podem ser vulneráveis a fatores relacionados à alteação climática, incluindo mudanças na temperatura média e na precipitação. Mudanças no tempo de crescimento e colheita das uvas afetam a qualidade e a tipicidade do vinho produzido, incluindo seu teor alcoólico; As culturas olivícolas são vulneráveis a pragas, como a mosca da azeitona, cujo ciclo de reprodução está ligado à temperatura, e as plantações de faia são sensíveis à seca.



Pontos de situação / Resultados:

O AgriCLASS permitiu que todos os stakeholders visualizassem dados atuais e projetados sobre as condições da agricultura. O portal web AgriCLASS (agora substituído pela caixa de ferramentas CDS) forneceu dados na Europa para visualização, inspeção e download. Os dados incluíram Indicadores Bioclimáticos: as características do clima que são relevantes para a informação biológica e as condições que são necessárias para o crescimento. O AgriCLASS forneceu dados sobre vários bioclimáticos, como temperatura e precipitação.

O AgriCLASS fez projeções sobre as condições climáticas, tais como a temperatura do ar da superfície e a precipitação, disponíveis para permitir aos formuladores de políticas e à indústria estimar e planear mudanças futuras nas condições agrícolas. Graus-dia são o número de dias necessários a uma certa temperatura para que uma planta cresça. O AgriCLASS criou uma ferramenta que permite aos usuários rastrearem Graus-dia em toda a Europa para o passado, presente e futuro.

MED-GOLD: Transformar informação relacionada com o clima em valor acrescentado para os sistemas tradicionais de alimentação de Trigo duro da Uva MEDiterrânea, Oliva


Fonte de financiamento : H 2020
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

Embora atualmente exista uma quantidade razoável e acessível de dados climáticos, a sua disponibilidade para a gestão do risco climático é ainda limitada. Como tal, é prioritário – na Europa e no mundo – demonstrar a prova-de-conceito dos serviços climáticos aplicados à agricultura. Com essa finalidade, o MED-GOLD construirá serviços-piloto com foco nas três principais culturas da região do Mediterrâneo: uva, azeitona e trigo duro. Estas três culturas – e os alimentos que advêm destas culturas, como vinho, azeite e massas – foram selecionadas devido à sua relevância ecológica, económica e cultural, quer para a região mediterrânica, e restante Europa, quer para o mundo.

Os serviços climáticos – adaptados para as necessidades dos seus utilizadores – serão co-criados por um consórcio dos produtores e partes interessadas, relevantes nos três setores, com a finalidade de criar uma estrutura replicável permitindo a aplicabilidade a diferentes culturas. Por exemplo, a replicabilidade da metodologia desenvolvida no MED-GOLD será testada para o café, outra produção agrícola importante. 

Descritores: Olival; Vinha; Trigo Duro; Alterações Climáticas


Objetivos visados:

As alterações climáticas estão a provocar novos padrões de clima, alterando significativamente os comportamentos na nossa sociedade. Embora seja global, em nenhum local como na bacia mediterrânica se espera que a sua influência seja tão evidente, afetando a ecologia, a economia e a sociedade. As projeções climáticas indiciam valores de mudança acima da média, ameaçando a sua rica e interligada diversidade biológica, que serve de suporte a atividades humanas como a agricultura. Neste contexto, o setor agrícola, em particular, é especialmente ameaçado, pela influência que nele tem o clima sendo, portanto, altamente vulnerável à sua variabilidade. O risco de perda de produção, por pragas bem como por riscos naturais, ondas de calor, tempestades ou inundações, provavelmente aumentará, exigindo que sejam tomadas medidas imediatas para adaptação a esta perspectiva incerta.

O desafio é desenvolver ferramentas com a finalidade de tornar os sistemas agrícolas e alimentares mais resilientes, eficientes e sustentáveis. Com essa finalidade o desenvolvimento de serviços climáticos, para o apoio nas tomadas de decisão e para melhores práticas agrícolas, é essencial. O objetivo do MED-GOLD é traduzir dados climáticos de última geração, e previsões climáticas – em escalas sazonal e de longo prazo – em informações facilmente acessíveis e importantes para um largo e diversificado grupo de utilizadores do setor agrícola.



Pontos de situação / Resultados:

Em curso.

ECOMONTADO XXI - A Agroecologia aplicada ao design do Montado Novo


Fonte de financiamento : PDR 2020
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

Este projeto é um Grupo Operacional, pelo que poderá consultar mais informação em:

https://inovacao.rederural.gov.pt/2/227-ecomontado-xxi-a-agroecologia-aplicada-ao-design-do-montado-novo

Descritores: Montado; Floresta; Alteações Climáticas


Objetivos visados:

Face o problema identificado de perda de vitalidade do ecossistema montado econsequente perda de solo, generalizado nas áreas de montado do Alentejo, tornasenecessário integrar nas paisagens degradadas novas técnicas que visem o seurestauro natural, estudando o desenho das linhas naturais de escorrimento e deacumulação da água, assim como as curvas de nível do terreno, com vista àdeterminação do ponto-chave (Keypoint), ou seja, o ponto de inflexão entre a formaconvexa e a forma côncava do terreno, a partir do qual se desenvolverão as linhaschave (Keyline), permitindo assim o desenho e a construção de linhas artificiais deencaminhamento da água (como represas, canais de desvio e de irrigação).

Com o desenho de Keyline o resultado é um maior aproveitamento da água - a mesma águaque antes era desperdiçada por escorrimento e evaporação.

Conjugando a esta técnica a instalação de plantas arbustivas e de árvores, fomentando-se o desenvolvimento das suas raízes, promove-se o desenvolvimento e a melhoria da estrutura e da fertilidade do solo, criando mais solo, estimulando o sequestro de CO2, enriquecendo a paisagem e incrementado a rentabilidade da atividade agro-silvopastoril dos territórios.Os principais objetivos a atingir com a presente iniciativa visam assim o estabelecimento no terreno de conceitos teórico-práticos já existentes sobre a agroecologia e a permacultura aplicada ao montado, com vista ao restauro de áreas degradadas, integrando não apenas técnicas de gestão do solo mas também compreendendo critérios biológicos e racionais da paisagem, pelo estudo e desenho das Keyline específicas de cada território, assegurando que toda a água das chuvas que cai penetra no solo, retardando a sua evaporação, e fomentando a produção de terra fértil.

Os objetivos específicos a atingir são assim os seguintes:

1) experimentação no terreno de novas técnicas e de abordagens inovadoras de restauro do solo e de aproveitamento da água com base no desenho em Keyline;
2) aferição do impacto social, económico e ambiental das soluções implementadas;
3) replicação dos resultados adquiridos, da experimentação realizada, para outros casos onde se identifique o mesmo problema;
4) divulgação dos resultados e sua integração no modelo conceptual do ECOMONTADO XXI;
5) divulgação da metodologia e bases conceptuais associadas às técnicas aplicadas no projeto.


Sumário do plano de ação:

Sociedade Agrícola do Freixo do Meio, que é representativo da realidade da generalidade das áreas de montado em Portugal, onde o resultado dessas práticas se evidenciam na perca de solo, na perda de biodiversidade e consequentemente na perda do ecossistema montado que aí perdurou durante anos. O trabalho a desenvolver pelo grupo operacional consiste na implementação de um novo processo ou prática de gestão florestal, com vista à recuperação do ecossistema montado.

Os problemas concretos e globais ao território continental que o grupo operacional visa responder são:

• A gestão e utilização ineficiente da água do solo;
• A perda de solo e a inexistência de solo nas áreas de montado – desertificação (ambiental);
• A dinâmica evidenciada e agravada com os efeitos das alterações climáticas.

As técnicas de restauro dos ecossistemas resultantes dos conceitos da Permacultura e da Agroecologia, como é o caso do desenho da K-Line (“linha-chave”), surgem como uma solução para o problema generalizado de perca de solo e ineficiente aproveitamento da água verificado nas áreas de montado, enquanto medida de gestão integrada dos recursos existentes nos territórios agro-silvo-pastoris, nomeadamente, do solo e da água.

O problema identificado gera então a oportunidade para implementar um novo método de restauro do solo, e consequentemente de todo o ecossistema, através do desenvolvimento de uma tecnologia inovadora diretamente relacionada com a gestão florestal sustentável e com a produção de produtos florestais (cortiça) com relevante importância nos territórios rurais onde os montados são dominantes.


Pontos de situação / Resultados:

Consultar: https://inovacao.rederural.gov.pt/2/227-ecomontado-xxi-a-agroecologia-aplicada-ao-design-do-montado-novo

Consultar a Agenda de eventos


Agenda
de Eventos

Consultar o Grupo de Trabalho Inovação


Grupo de 
Trabalho Inovação

Consultar a Folha Informativa RRN- Inovação


Folha Informativa
RRN- Inovação

Consultar a Bolsa de Iniciativas


Bolsa de Iniciativas

Centro de recursos


Centro de Recursos