Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • S5
  • S2
  • S14
  • S8
  • S12
  • S7
  • S3
  • Inovação na Agricultura
  • S13
  • S11
  • S6

Ideotype South - characterization of wheat varieties more tolerant to climate change

Entidade líder do projeto: INIAV - Polo Elvas
Responsável pelo projeto: Benvindo Maçãs
Parceiros:

Arvalis - Institut du Végétal, France; ANPOC

Data de início do projeto: 01-01-2011

Fonte de financiamento : OUTROS
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

A adaptação às alterações climáticas é uma preocupação fulcral nas atividades de melhoramento genético de cereais desenvolvidas no INIAV-Elvas (Estação de Melhoramento de Plantas) e é também o principal tema tratado na estação de experimentação do Arvalis situada na região da Provença. Esta estação Arvalis, é a mais impactada, no que respeita à produção de trigo duro em França, e juntamente com a Estação INIAV de Elvas, prefiguram condições que irão encontrar os produtores de trigo em alguns anos noutras partes da Europa (mesmo situadas mais a norte), particularmente em relação aos constrangimentos hídrico e de temperaturas elevadas. A caracterização e seleção de variedades de trigo mais tolerantes ao stress hídrico e térmico são as questões abordadas neste projeto.

Descritores: cereais; Alterações climáticas


Objetivos visados:

Os objetivos visados são: definir um ideotipo de trigo para o crescimento em condições de stresse hídrico e térmico; criar novas variedades de trigo duro e trigo mole com adaptação e melhor resposta da produção aos riscos climáticos em ambiente mediterrânico (apenas para a equipa de melhoramento genético do INIAV) e identificar e quantificar riscos climáticos atuais e futuros a evitar. Além disso, no âmbito deste trabalho, os sistemas de produção utilizados pelos agricultores e pelos seus sectores são descritos e caracterizados com o objetivo de fornecer ferramentas para monitorização eficiente num clima em mudança e por vezes caótico.



Pontos de situação / Resultados:

Com a caracterização dos cenários climáticos ocorridos nos ensaios Ideotipo Sul entre 2011/2012 e 2017/2018 (7 anos de ensaios, em 2 locais, em sequeiro e regadio = 28 cenários climáticos experimentados), foi possível constatar que 60% dos ensaios se classificaram em cenários muito stressantes, com um stresse hídrico que começa logo após o início do alongamento dos caules (fase do ciclo espiga a 1 cm) e que prossegue, piorando até à maturação do grão. A colaboração com Portugal permite que França consiga explorar cenários stressantes muito precoces, o que raramente ocorre nesse país, mesmo na região do sudeste, que é a mais stressante para a produção de cereais.Com a caracterização dos cenários climáticos ocorridos nos ensaios Ideotipo Sul entre 2011/2012 e 2017/2018 (7 anos de ensaios, em 2 locais, em sequeiro e regadio = 28 cenários climáticos experimentados), foi possível constatar que 60% dos ensaios se classificaram em cenários muito stressantes, com um stresse hídrico que começa logo após o início do alongamento dos caules (fase do ciclo espiga a 1 cm) e que prossegue, piorando até à maturação do grão. A colaboração com Portugal permite que França consiga explorar cenários stressantes muito precoces, o que raramente ocorre nesse país, mesmo na região do sudeste, que é a mais stressante para a produção de cereais.Os resultados mostraram ainda que, a performance das variedades, em termos de produção, esteve fortemente correlacionada (R2 = 92%) com a data em que ocorre o ponto de inflexão da curva de senescência das plantas, quer em regadio, quer em sequeiro (pluvial). Independentemente das condições hídricas, as produções são tanto mais elevadas quanto mais tardia for a senescência foliar. O início da senescência das folhas superiores é assim crucial para a produção de grão. A data em que ocorre o ponto de inflexão da senescência das plantas, permite prever de forma confiável o desempenho do trigo em condições de stresse hídrico, podendo assim ser utilizável como critério de seleção para estas condições pelos melhoradores.Paralelamente aos estudos de fenotipagem, a equipa do INIAV-Elvas deu início à realização de cruzamentos artificiais e consequente seleção baseados no ideotipo definido no final da fase 1 do Programa Ideotipo Sul (2011-2015).

Consultar a Agenda de eventos


Agenda
de Eventos

Consultar o Grupo de Trabalho Inovação


Grupo de 
Trabalho Inovação

Consultar a Folha Informativa RRN- Inovação


Folha Informativa
RRN- Inovação

Consultar a Bolsa de Iniciativas


Bolsa de Iniciativas