Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • S11
  • S8
  • S13
  • Inovação na Agricultura
  • S12
  • S2
  • S6
  • S5
  • S3
  • S14
  • S7

Valor Jarmelista - Valorização territorial pela preservação da identidade e genética da raça Jarmelista

Entidade líder do projeto: ACRIGUARDA - ASSOCIAÇÃO DE CRIADORES DE RUMINANTES DO CONCELHO DA GUARDA
Responsável pelo projeto: ACRIGUARDA
Área do plano de ação: Bovinicultura
Parceiros:

ALSAI EMPREENDIMENTOS TURISTICOS E HOTELEIROS LDA; ASSOCIAÇÃO QUALIFICA / ORIGIN PORTUGAL; INSTITUTO POLITECNICO DA GUARDA; INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA; MOURA & SAMPAIO, CONSULTORES LDA; PLATAFORMA JOTA UNIPESSOAL, LDA;


Prioridade do FEADER: P6B) fomento do desenvolvimento local nas zonas rurais;
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

O consórcio formado pela Acriguarda, Instituto Politécnico da Guarda, Escola Agrária do Instituto Politécnico de Coimbra, a Associação Qualifica, Plataforma J. empresa especializada em serviços de Marketing, Comunicação, Organização de Eventos, Design e Web, Moura & Sampaio Consultores Lda. e a Pensão Aliança (ALSAI), pretende realizar um projeto de investigação enquadrado na 4ª prioridade no âmbito PDR centrado na valorização dos territórios. O projeto proposto pretende valorizar o território pela preservação da sua sustentabilidade e biodiversidade que a produção de carne do Jarmelo, raça autóctone da região, proporciona, preservando a sua genética e identidade, bem como modo de produção. Para tal, pretende destacar a identidade desta raça como fator determinante/fundamental para a manutenção da biodiversidade da região através do seu modo de criação e produção sustentável e biológico. Assim, a valorização do território, através da carne do Jarmelo implicará a análise da sua cadeia de valor da produção ao mercado. O consórcio proposto tem desenvolvido trabalho individual que no seu conjunto trará a experiência necessária à concretização dos objetivos a que se propõem.  


Objetivos visados:

- A promoção da preservação genética e modo de produção sustentável da carne do Jarmelo;

- A identificação de correlação entre caracteres diferenciadores e perfil bioquímico/ reológico da carne do Jarmelo;

- Relevar a importância para a biodiversidade e sustentabilidade territorial da produção da carne do Jarmelo;

- Desenvolver condições de identificação da carne do Jarmelo como elemento diferenciador na produção e comercialização de produtos cárneos;

- Analisar o posicionamento estratégico da carne do Jarmelo no mercado;

- Propor aumentos de competitividade na cadeia de valor pós-produção da carne do Jarmelo;

- Preparar uma estratégia que possa suportar o desenvolvimento de produtos de “carne do Jarmelo” em registos de qualidade;

- Tornar a carne do Jarmelo como produto endógeno potenciador de atividade económica e valorização da região;

- Analisar os fatores de diferenciação territorial potenciados pela carne do Jarmelo;

- Incrementar atividade económica da região (turismo e cultura);

- Potenciar atividades de interesse cultural e ensaios culinários.


Sumário do plano de ação:

A proposta Valor do Jarmelo foca-se na valorização territorial pela preservação do ecossistema e da biodiversidade, pela preservação genética e valorização da carne dos animais da raça bovina autóctone Jarmelista como fator diferenciador e potenciador.


Pontos de situação / Resultados:

Em início de atividade.

Este GO foi apresentado no Agri-Innovation Summit 2017. O póster apresentado pode ser visto aqui.