Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • Inovação na Agricultura
  • S8
  • S7
  • S6
  • S13
  • S12
  • S3
  • S14
  • S11
  • S5
  • S2

Regadio de Precisão

Entidade líder do projeto: TPRO - TECHNOLOGIES, LDA
Responsável pelo projeto: Cristina Sousa (cristina.sousa@terra-pro.net)
Site do projeto: https://terraproagricultura.wixsite.com/regadioprecisao
Área do plano de ação: Cerealicultura (excepto arroz)
Parceiros:

ASSOCIACAO DE BENIFICIARIOS DA OBRA DA VIGIA; JOSE DA CUNHA PEREIRA PALHA; MARIA DO CARMO AFONSO DE SOUSA CARVALHO PEREIRA PALHA; MUITA FARINHA - ACTIVIDADES AGRICOLAS LDA; RAÍZES VERTICAIS - EXPLORAÇÃO AGRÍCOLA LDA.; UNIVERSIDADE DE ÉVORA


Prioridade do FEADER: P5A) melhoria da eficiência na utilização da água pelo setor agrícola;
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

Um dos maiores desafios que se coloca à atividade agrícola é o aumento da eficiência, quer seja pela redução dos custos quer pelo aumento da produtividade. Para que tal seja possível é necessário apresentar soluções eficientes e competitivas. As alterações climáticas são uma das ameaças, com consequências diretas na disponibilidade de água para regadio. Como tal, é necessária a criação e/ou melhoramento das infraestruturas de armazenamento e distribuição de água, que em alguns casos conduzem a um aumento do custo da mesma. Por outro lado, a variabilidade espacial das parcelas pode ser um fator determinante na gestão das culturas, no caso concreto do regadio por pivot, a rega está ainda mais condicionada à totalidade da área de ocupação deste equipamento, sendo geralmente assumido um compromisso de eficiência média na parcela, que nem sempre conduz aos melhores resultados. É neste contexto que surge a necessidade de implementação dum sistema integrado de agricultura de precisão que permita a recolha de dados de precisão necessários ao conhecimento de cada parcela individualmente, e a aplicação de água e fatores de produção de forma diferenciada (correções de solos, fertilização, etc). Pretendemos assim desenvolver um novo serviço – Pack VRI – que integra tecnologia inovadora de monitorização (sondas humidade do solo, estações meteo, mapas de condutividade eléctrica e NDVI, etc) com a capacidade de actuação de forma diferenciada (VRT, VRI em pivot, etc.). Este serviço inclui integração e interpretação de dados, assim como aconselhamento técnico especializado e de proximidade para optimizar os resultados, permitindo desta forma conduzir o produtor a um aumento significativo na eficiência da produção (quer pelo aumento do uso eficiente da água e outros fatores de produção, quer pelo aumento das produções).


Objetivos visados:

A iniciativa responde à oportunidade de criação de competências para a prática de VRI, com claros benefícios no uso eficiente de fatores de produção, em especial da água/energia de rega, permitindo a maximização da exploração em regadio e a competitividade do sector.

Objectivos:

1. Monitorização de factores agrometereológicos (sondas humidade solo, informação meteorológica, mapas de produção de anos anteriores, mapas CEa, etc.);

2. Interpretação e cruzamento de dados monitorizados, com objetivo de obter uma recomendação com aplicação de factores de produção, nomeadamente de rega, entre outros, e que tenha em consideração toda a variabilidade que existe entre parcelas e dentro da própria parcela;

3. Criar as condições ao nível da infraestrutura que permitam a aplicação diferenciada (implementação de sistema VRI de baixo custo);

4. Avaliação da relação potencial custo/benefício económica e ambiental resultante da prática de atuação diferenciada na rega (variação de velocidade do pivot);

5. Aumento da capacidade de adaptação das culturas de regadio por pivot às alterações climáticas através de maior eficiência de rega;

6. Aumento da sustentabilidade do sector, pelo aumento da eficiência na produção (pela redução de custos /aumento da produção);

7. Disseminação da aplicação da prática de integração de dados e aplicação diferenciada (VRI) a nível nacional e internacional (em zonas regadio);

8. Criação de impacto indireto na qualidade da água subterrânea (redução do risco de lixiviação), na melhoria da qualidade e conservação dos solos e na promoção da competitividade do sector.

Entre os parceiros, pretende-se integrar o conhecimento tecnológico e agronómico da TERRAPRO (especializada ao nível das tecnologias de monitorização), com a aplicação prática e métrica (agronómica e económica) dos resultados da aplicação diferenciada (Associação e produtores), assim como, a validação da evidência científica da aplicação destas práticas (UÉvora).


Sumário do plano de ação:

Sistema integrado para aumento de eficiência em culturas de regadio por pivot, através de tecnologias de agricultura de precisão (mapeamento e sistemas de aplicação variável - VRI)


Pontos de situação / Resultados:

Resumo de progresso do projeto

O ano de 2018 foi acima de tudo dedicado à monitorização das parcelas agrícolas em conjunto com os agricultores e de experimentação da tecnologia de rega diferenciada nas duas parcelas onde estão já instaladas. Em algumas parcelas de estudo foi necessário encontrar novos pivots para estudo da performance da cultura, devido a condicionantes meteorológicas que impediram a colheita ou sementeira das culturas previstas inicialmente. No entanto foram escolhidos pivots muito próximos com características muito semelhantes que não pusessem em causa todo o trabalho de monitorização já efetuadoNos dois últimos anos foram realizadas as seguintes tarefas na maioria das parcelas em estudo:

  • Instalação das estações meteorológicas por cada zona e sondas de monitorização da água no solo;
  • Integração anual de todos os dados recolhidos na Act 1;
  • Tratamento em Sistema de Informação Geográfico dos dados recolhidos e elaboração dos Mapas de CEa com identificação dos pontos de recolha de amostras de solos e outros mapas de monitorização das parcelas, como de NDVI;
  • Medição de consumos de água e de energia para avaliação da eficiência de rega;
  • Tratamento em Sistema de Informação Geográfico da variabilidade de produção;
  • Adaptação do software uSense para integração a informação recolhida e novo sistema de rega diferenciada.

Próximas ações a realizar em 2019

Data a definir| Em 2019 a TERRAPRO irá realizar um Dia de Campo, para divulgação do projeto e resultados de forma aberta à comunidade agrícola nacional, que será promovido com o estrito envolvimento dos agricultores parceiros e especialmente dirigido à Anpromis.

Data a definir| Em 2019 será ainda promovida uma sessão de divulgação e demonstração sobre as vantagens da Agricultura de Precisão na Gestão Agrícola. Esta sessão será aberta ao público em geral mas envolverá também empresas agricolas e estudantes da área, envolvendo uma escola agrária.

Ações de divulgação

  • A TERRAPRO esteve presente na EIP AGRI Workshop em ALMERIA onde apresentou o projeto Regadio de Precisão e teve oportunidade de conhecer e trocar experiências com outras entidades e projetos também dirigidos à eficiência agrícola. O agricultor José Palha, responsável pela empresa Pereira Palha Agricultura e Mencoca Agricultura também esteve presente, tendo a oportunidade de partilhar a avisão do agricultor no mesmo âmbito. As fotografias desta experiência estão expressas no site do projeto e foram também comunicados nas redes sociais do promotor.
  • A TERRAPRO esteve presente na AGROGLOBAL em 2018, tendo colocado a maior parte do seu enfoque no projeto Regadio de Precisão. Desta presença resultaram diferenças referências na web, desde sites de comunicação agrícola genéricos a redes sociais.Aqui pode ler-se um dos exemplos de artigo web a referenciar a presença da TERRAPRO na Agroglobal assim como a divulgação da inovação através do presente Grupo Operacional: http://marketingagricola.pt/terrapro-levou-inovacao-a-agroglobal/
  • Ainda este ano a TERRAPRO marcou presença na Cimeira Nacional da Inovação na Agricultura, onde apresentou um poster  e teve oportunidade partilhar o conceito base do sistema de rega diferenciada.