Inovação para a Agricultura

pten
Rede Rural Nacional - Página do FacebookRede Rural Nacional - Página do TwitterRede Rural Nacional - Página do InstagramRede Rural Nacional - Canal do Youtube
S1.png
S2.png
S3.png
S5.png
S6.png
S7.png
S8.png
S9.png
S10.png
S11.png
S12.png
S13.png
S14.png
S16.png
previous arrow
next arrow

SubProMais - Utilização de subprodutos da agroindústria na alimentação animal

Entidade líder do projeto: INSTITUTO NACIONAL DE INVESTIGAÇÃO AGRÁRIA E VETERINÁRIA IP
Responsável pelo projeto: Teresa Dentinho (teresa.dentinho@iniav.pt)
Site do projeto: http://www.subpromais.pt/
Área do plano de ação: Outra produção animal
Parceiros:

CARLOS & HELDER ALVES AGRO PECUARIA LDA; CENTRO DE BIOTECNOLOGIA AGRÍCOLA E AGRO ALIMENTAR DO ALENTEJO; RACOES ZEZERE S.A.; RURALBIT LDA; TAGUSVALLEY - ASS. PROMOÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO TÉCNOPOLO VALE DO TEJO  


Prioridade do FEADER: P5C) facilitação do fornecimento e utilização de fontes de energia renováveis, de subprodutos, resíduos e desperdícios e de outras matérias-primas não alimentares para promover a bioeconomia;
Identificação do problema ou oportunidade que se propõe abordar:

A produção animal tem um peso da ordem de 40% no produto agrícola bruto de Portugal (Estatísticas Agrícolas- INE, 2015). A rentabilidade das explorações nos vários sectores da atividade pecuária depende depende, em grande medida, dos custos com a alimentação dos animais que, frequentemente são o principal fator de custo das empresas. A indústria de alimentos compostos para animais consome anualmente grandes quantidades de matérias-primas importadas, nomeadamente de cereais e de bagaços de oleaginosas (bagaço de soja). A elevada dependência dos mercados estrangeiros, a grande flutuação de preços e a variabilidade na composição das matérias-primas são condicionalismos com que a indústria se debate constantemente.

Por outro lado as políticas mundiais têm incentivado o uso de recursos alternativos na alimentação animal, nomeadamente a utilização de subprodutos da agroindústria, como forma de promover não só a sustentabilidade económica das empresas mas principalmente a sustentabilidade ambiental da produção animal a nível regional, nacional e transnacional. A agroindústria portuguesa é geradora de diversos subprodutos passíveis de serem utilizados na alimentação de espécies pecuárias ou de outras espécies animais como cavalos e animais de companhia, p.ex. A sua valorização em produto animal é já feita, em algumas situações. Contudo, por falta de informação disponível estes subprodutos estão subaproveitados ou são integrados nas dietas animais de uma forma empírica, nem sempre conduzindo aos melhores resultados. Também por serem produtos que normalmente contêm elevada humidade são altamente perecíveis e não podem ser utilizados nas indústrias de alimentos compostos sem serem previamente desidratados.

Para uma maior e melhor utilização destes subprodutos é assim necessário disponibilizar informação sobre a sua composição química e valor nutritivo, método de conservação e transformação de forma a permitir a sua utilização fora de época de produção, quer pelos produtores de animais nas suas explorações pecuárias, quer pelos industriais de alimentos compostos e é necessário dispor de informação sobre qual o impacto da sua utilização na produtividade e qualidade dos produtos animais.

Com os resultados obtidos pretendemos contribuir para:

- Diminuir o custo da alimentação animal e consequentemente melhorar a rentabilidade das explorações pecuárias;

- Substituir matérias-primas importadas, de elevados preços e que prioritariamente devem ser canalizadas para a alimentação humana (caso dos cereais);

- Manter ou melhorar a qualidade do produto final;

- Reciclar materiais altamente poluentes;

- Aumentar o rendimento das empresas geradoras destes produtos através da sua valorização e redução dos custos associados com a sua eliminação.


Objetivos visados:

Este GO tem como objetivo final utilizar os subprodutos agroindustriais produzidos nas regiões do Ribatejo e do Alentejo na alimentação animal como fontes alternativas aos alimentos convencionais (cereais e bagaços de oleaginosas).

Assim, são objetivos específicos do presente Grupo Operacional:

1) Fazer o levantamento dos subprodutos agroindustriais produzidos em Portugal nas regiões do Ribatejo e do Alentejo, quanto ao local de produção, às quantidades disponíveis e às épocas de produção;

2) Caracterizá-los química e nutritivamente;

3) Encontrar métodos e procedimentos de conservação e transformação adequados para que estes novos alimentos possam ser utilizados fora das suas épocas de produção, tanto pelos industriais de alimentos compostos como diretamente pelos produtores pecuários;

4) Obter indicadores técnicos e económicos para as várias estratégias nutricionais desenvolvidas;

5) Disponibilizar toda a informação adquirida de uma forma fácil para que possa ser utilizada pelo sector pecuário e pelo público em geral.


Sumário do plano de ação:

A agroindústria portuguesa é geradora de diversos subprodutos passíveis de serem utilizados na alimentação de espécies pecuárias ou de outras espécies animais. Para integrar estes subprodutos na dieta animal de forma equilibrada é necessário que haja informação disponível.

Pretendemos com este projeto avaliar os subprodutos agroindustriais disponíveis na região do Alentejo e Ribatejo, dar a conhecer as quantidades produzidas, as épocas e local de produção, a composição química e nutritiva e os métodos de conservação e transformação de forma a poderem ser utilizados pelos produtores de animais nas suas explorações pecuárias e pelas industriais de alimentos compostos.


Pontos de situação / Resultados:

Seminário final de apresentação dos resultados do GO SubProMais, 29 de abril de 2022. Programa

Continuação da Tarefa I - No ano de 2020 a Base de Dados de alimentos para animais continuou a ser alimentada. Recolheram-se novas amostras de subprodutos das agro-indústrias que têm estado a ser analisadas e integradas na base de dados. Pensamos disponibilizar a base de dados ao público antes do final do ano de 2020.

FASE II - 
Tarefa 2.1 - Tagus Valley/ INIAV/ CEBAL
- Definir processo de desidratação de subprodutos- Alteração da composição química e nutritiva provocada pela desidratação.
Esta tarefa teve como objectivo identificar e testar condições de desidratação para diversos subprodutos agro-industriais, pelo processo convencional de secagem em estufa com circulação de ar, e posterior caracterização físico-química e nutricional de forma a serem utilizados em alimentação animal. 
A Tarefa foi realizada tendo sido testadas as condições de desidratação para os subprodutos da batata-doce, batata, cenoura, repiso de tomate e para os subprodutos da extracção de polpa de maçã, pera e laranja.
Os subprodutos foram caracterizados química e nutritivamente em fresco e desidratados.  

Tarefa 2.2 - INIAV/ CEBAL 
- Silagem- Conservação em silos experimentais 
A caracterização química e nutritiva das silagens realizadas em silos experimentais durante o ano de 2019 foi concluída.

FASE III - 
Tarefa 3.2- Ensaios em borregos em crescimento –Ensaio em Curso
Para a realização deste ensaio fizeram-se em Setembro de 2020 três silagens à base de repiso de tomate (35%), sêmea de trigo (20%) e feno (15%) que foram adicionados a 1) 30% batata-doce; 2) 30% de batata e 3) 30% de cenoura. Estas silagens foram formuladas de forma a conter 40% de matéria seca e 14% de proteína. 
Neste ensaio pretende-se comparar dietas em que as silagens de subprodutos entrarão em 50% da matéria seca total da dieta, com a dieta tradicional à base alimentos concentrados. 
Prevemos iniciar o ensaio de produção logo que os animais (borregos ao desmame) estejam disponíveis.

Difusão de resultados durante o ano de 2020 
O site do projecto tem sido actualizado, dando conhecimento das actividades desenvolvidas e da documentação produzida. Pode ser verificado no seguinte endereço: http://www.subpromais.pt/ 

  • Site:

No site http://www.subpromais.pt/  damos a conhecer todas as actividades desenvolvidas e disponibilizamos alguma da documentação produzida no âmbito do SubProMais;

  • Base de Dados:

Produziu-se no âmbito deste projeto a 1ª base de dados de composição química e valor nutritivo de subprodutos agroindustriais para alimentação animal que está disponível online e de forma gratuita no site  https://subpromais.pt/conteudo2.php?idm=15

.

  • Inquérito às agroindústrias

Realizou-se um inquérito às agroindústrias das regiões do Ribatejo e Alentejo para obtenção de informação quanto ao tipo, quantidades e épocas de produção de sub-produtos passíveis de serem utilizados na alimentação animal.

  • Recolha de amostras de subprodutos

Recolheram-se e analisaram-se química e nutritivamente 170 amostras de subprodutos cujos resultados estão incluídos na base de dados.

  • Métodos de conservação:

- Desidratação artificial - o repiso de tomate, cenoura, batata, batata-doce, maçã, pêra e laranja foram desidratados artificialmente para inclusão em alimentos concentrados – obtiveram-se produtos de bom valor nutritivo porém  os elevados custos energéticos da desidratação limitam a sua aplicação. 

-  Ensilagem de subprodutos húmidos em mistura com alimentos secos e que suprimam as suas deficiências nutritivas → permite obter de uma forma simples e económica silagens estáveis, de boa qualidade e bem ingeridas pelos animais.

  • Ensaios de produção:
  1. Utilizaram-se silagens de repiso de tomate, batata, batata-doce, cenoura, na alimentação de borregos - a substituição de 50% de concentrado pelas silagens não afetou o desempenho produtivo dos borregos nem a qualidade da carne e reduziu os custos de alimentação
  2. Avaliou-se o efeito da inclusão de silagens à base de dreche de cerveja, batata doce e capota de amêndoa na alimentação de ovelhas em lactação - com a inclusão das silagens em substituição do concentrado o teor de gordura do leite aumentou, o ganho médio diário dos borregos não foi afectado pela dieta e o os custos de alimentação das ovelhas durante a lactação reduziram até 37%, comparativamente à dieta à base de concentrado.
  3. A capota de amêndoa foi utilizada na dieta de borregos em substituição de cereais - até 18% de capota de amêndoa na dieta, o desempenho produtivo dos borregos e a qualidade da carne não são afetados e o custo da dieta é reduzido.

Divulgação: Base de dados (aceda aqui)

 

Participação em congressos
Foram submetidos e aceites para apresentação na 71st Annual Meeting of European Federation of Animal Science os seguintes trabalhos:

- Fruit by-products in Animal Feed: Chemical composition and nutritional value. L. Cachucho, K. Paulos, C. Costa, D. Soldado, L. Fialho, O. Guerreiro,J. Santos-Silva, M. T. Dentinho, E. Jerónimo

- Evaluation of the nutritional value of silages based on agro-industrial by-products. K. Paulos ; C. Costa ; J.M.S. Costa ;  L. Cachucho ;  P.V. Portugal ; L. C. Roseiro ; E. Jerónimo ; M. T. P. Dentinho

- Chemical composition and nutritional value of almond hulls (Prunus dulcis). C. Costa, K. Paulos, J.M.S. Costa, L. Cachucho, O.C. Moreira, P.V. Portugal, L.C. Roseiro E Jerónimo; M.T.P. Dentinho

Participação em congressos. seminários e  em congressos, seminários e reuniões:

2019 - Cachucho L., Paulos K., Soldado D., Fialho L., Guerreiro O., Santos-Silva J., Dentinho M.T., Jerónimo E., (2019)  Utilização de Subprodutos Hortofrutícolas na Alimentação Animal: Composição Química e Valor Nutricional XXI ZOOTEC - Congresso Nacional de Zootecnia, Évora 19 a 21 Setembro (Poster).

2019 - Cachucho L., Paulos K., Soldado D. , Guerreiro O., Santos-Silva J., Jerónimo E., Dentinho M.T. , Use of Agro-industrial By-products in Animal Feed: Chemical Composition and Nutritional Value. Jornadas MED 2019 – Mediterranean Institute for Agriculture, Environment and Development, 27 e 28 Junho 2019, Pólo da Mitra - Universidade de Évora, Évora.  (Poster).

2019 - Paulos, K.; Costa, J.M.S. ; Portugal, P.V.; Spranger, M. I.; Sun, B.S.; Moreira, O.C.; Dentinho, M.T.P.(2019)  Caracterización química y nutricional de los subproductos de la vinificación para aplicación en la alimentación  de ruminantes. XX Congresso Internacional e XLIV Congresso Nacional da Sociedade Espanhola de Ovinotecnia e Caprinotecnia . Córdova 18 e 20 de Setembro de 2019. (Comunicação oral).

2020 - Paulos, K.; Costa, C.;. Costa, J.M.S; Cachucho, L. ; Portugal, P.V. ; Roseiro, L. C. ; Jerónimo, E.; Dentinho, M. T. P. (2020) Evaluation of the nutritional value of silages based on agro-industrial by-products.  European Federation of Animal Science - Virtual Meeting 2020. 1-4 Dezembro. (Poster).

2020 - Cachucho L., Paulos K., Costa C., Soldado D., Fialho L., Guerreiro O., Santos-Silva J., Dentinho M.T., Jerónimo E. (2020) Fruit by-products in Animal Feed: Chemical composition and nutritional value. European Federation of Animal Science - Virtual Meeting 2020. 1-4 Dezembro. (Poster).

2020 - Costa C. ; Paulos K.; Costa J.M.S.  ; Cachucho L. ; Moreira O.C.; Portugal P.V., Roseiro L.C. ; Jerónimo E; Dentinho M.T.P. (2020). Chemical composition and nutritional value of almond hulls (Prunus dulcis). European Federation of Animal Science - Virtual Meeting 2020. 1-4 Dezembro. (Poster).

2020 - Cachucho L., Paulos K., Costa C., Soldado D., Dentinho M.T., Alves S. P., Jerónimo E. Use of Almond hulls in ruminant nutritrion. V Encontro de Estudantes de Doutoramento em Ambiente e Agricultura. Universidade de Évora. 9 dezembro 2020. . (Comunicação oral).

2021- Dentinho M.T.P., Utilização de subprodutos agroindustriais na alimentação animal. 37ª Ovibeja, 22 de Abril. (comunicação oral).

2021 - Jerónimo E., "Utilização da capota de amêndoa na alimentação animal". 2º Seminário online “Frutos secos do Alentejo – O Contributo da Ciência para a Sustentabilidade do Sector”,18 de Junho. (comunicação oral).

2021 - Moreira, O.C., “Economia Circular na Fileira da Carne”. Seminário Internacional Competitividade e Inovação – A Fileira da Carne e a Economia Circular – Presente e Futuro. Promovido no âmbito do Projeto ALTO ALENTEJO INMOTION | Programa de Desenvolvimento Sustentável e Promoção do Alto Alentejo, 25 de Junho. Portalegre (comunicação oral).

2021 - Dentinho M. T. P., Paulos K.; Costa C.; Costa J.M.S.; Moreira O., Alves S., Jerónimo E.; Santos-Silva J. (2021). Ensiling agro-industrial byproducts to use as feedstuffs for ruminants. 72ND Annual Meeting of the European Federation of Animal Science. Davos, Switzerland, 30 August – 3 September. (comunicação em painel).

2021 - Dentinho M. T. P., Base de dados portuguesa de composição química e nutritiva de coprodutos para a alimentação animal - GO SubProMais. X Jornada de Alimentação Animal promovida pela Associação Portuguesa dos Industriais de Alimentos Compostos para Animais (IACA) em colaboração com a Secção de Pré-Misturas e Aditivos (SPMA). Santarém, 23 de Setembro.  (comunicação oral).

2021 –Paulos K., Costa C., Costa J., Cachucho L., Belo A.T., Jerónimo E., Dentinho M. T. P.. Coprodutos agroalimentares na alimentação animal – composição química e valor nutritiva do brócolo, curgete, beringela tomate e pimento. XXII ZOOTEC – 2021 Portugal. Congresso Nacional de Zootecnia, Outubro. 29-30 Outubro. (comunicação em painel).

2021 - Jerónimo E, Cachucho L., Soldado D., Guerreiro O., Alves H., Gomes S., Alvarenga N. B., Paulos K., Costa C., Costa J., Santos-Silva J., Dentinho M. T. P.. Coprodutos da agroindústria em silagens para ovelhas em lactação – Efeito na composição química do leite e desempenho produtivo dos borregos. XXII ZOOTEC – 2021 Portugal. Congresso Nacional de Zootecnia, Outubro 29-30 Outubro. (comunicação oral).

2021 - Cachucho L., Paulos K., Costa C., Soldado D., Fialho L., Guerreiro O., Dentinho M.T.P., Jerónimo E. Atividade antioxidante e compostos bioativos em subprodutos agroindustriais para utilização na alimentação animal. Livro de resumos do XXII ZOOTEC  2021 Portugal. Congresso Nacional de Zootecnia, 29-30 Outubro. Pp. 149-150. (comunicação em painel).

2022 – Dentinho MTP, Costa C., Silveira M. , Paulos K., Cachucho L. , Alves M. , Santos-Silva J. , Jerónimo E. . Base de dados de composição química e valor nutritivo de subprodutos agroindustriais para alimentação animal. 13as Jornadas Hospital Veterinário Muralha de Évora. Évora, 11-12 Março. (Comunicação oral).

2022 - Paulos K., Costa C. , Costa J.M.S. , Cachucho L. , Portugal P.V. , Santos-Silva J. , Jerónimo E. , Dentinho M. T. P. . O bagaço de azeitona na alimentação de ruminantes.  13as Jornadas Hospital Veterinário Muralha de Évora. Évora, 11-12 Março. (Comunicação em painel).

2022 - Costa C., Paulos K. , Costa J. , Cachucho L. , Portugal A.P. ,.Belo A.T, Jerónimo E. ; Santos-Silva J. ; Dentinho M.T.P. - Subprodutos da alfarroba na alimentação animal. 13as Jornadas Hospital Veterinário Muralha de Évora. Évora, 11-12 Março. (Comunicação em painel).

Dentinho MTP. - Utilização de subprodutos da agroindústria na alimentação de ovinos. 1as Jornadas Técnicas de Produção de Ovinos. Ourique, 20 de Maio. (Comunicação oral).

2022 - C. Costa, K. Paulos, J. Costa; L. Cachucho; A.P.Portugal; A.T.Belo, E. Jerónimo; J. Santos-Silva; M.T.P.Dentinho. Silages of agro-industrial by-products in lamb diets - Effect on growth performance and methane emissions. (Comunicação em painel).

2022 - K. Paulos; C. Costa; J. Costa; L. Cachucho; P.V. Portugal; J. Santos-Silva; J. Almeida; E. Jerónimo; M. T. P. Dentinho. Silages of agro-industrial by-products in lamb diets – Effect on carcass and meat quality. Aceite para apresentação EAAP  (Comunicação oral).

 2022 - L. Cachucho1, M. Varregoso, C. Costa, K. Paulos, S. P. Alves, J. Santos-Silva, M.T.P. Dentinho, E. Jerónimo. Use of almond hulls in lamb diets – Effect on growth performance. Aceite para apresentação EAAP. EAAP  (Comunicação oral).

2022 - Paulos K. Silagens de subprodutos agro-industriais em dietas de borrego - Efeito na qualidade da carcaça e da carne. Ciclo de Conferências 'Coprodutos Agroindustriais & Alimentação Animal - Para uma produção animal circular’. CEBAL, 13 de Julho. (Comunicação oral).  

2022 – Gramacho A.T. , Dentinho M.T.P. , Belo A.T. Method validation for determination of amino acids in feedstuffs by HPLC. Aceite para apresentação XVI Encontro de Química dos Alimentos. (Poster).

2018 –Dentinho,  M.T.P. . 1ª Maratona Nacional de Projetos de Economia Circular. 16 de Abril de, Sines.

2018 - Dentinho  M.T.P. . VII Workshop em Produção Animal ,Escola Superior Agrária,  Instituto Politécnico de Santarém, 29 de Maio, Santarém.

2018 – Moreira, O.C.. “Do processo ao produto: boas práticas de valorização e utilização na agricultura e na agroindústria” . Sessão de Sensibilização e Reflexão do projeto Alentejo Circular. Estação Zootécnica Nacional (INIAV), 14 de Março, Santarém.

2018 - Moreira, O.C.. “Produção Animal e Economia Circular”. Encontro anual dos investigadores “Ciência’18”. Centro de Congressos de Lisboa, 2-4 de Julho, Lisboa.

2018 - Dentinho, M.T.P. Cimeira Nacional de Inovação na Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural. Agro Inovação 2018, Lagoas Park Hotel, 29 de Outubro, Lisboa.

2019 - Feira Patrimónios do Sul, 11 e 13 de Outubro,Beja.

2019 – Participação no Seminário “FeedInov CoLab: Inovar em nutrição e alimentação animal”. Seminário promovido pelo CEBAL e realizado online no âmbito da iniciativa “Um dia com…”. Palestra apresentada por Ana Sofia Santos.

2021 - Reunião informal de ministros da Agricultura e Pescas da EU. Companhia das Lezírias. 14 de Junho, Porto Alto.

2021. AGROGLOBAL.  8 e 9 de Setembro em Valada do Ribatejo.

Noite Europeia dos Investigadores 2021. Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa, 24 de Setembro, Lisboa.

2022 - Seminário final de apresentação dos resultados do GO SubProMais, 29 de abril de

 

Publicação em revista nacional
- Dentinho M. T. P., Paulos K, Costa C., Cachucho L., Moreira O., M. Alves, Costa J., Santos-Silva J.,2, Jerónimo E. Repiso de tomate na alimentação animal. (Aceite para publicação na Voz do Campo)