Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • S6
  • S7
  • S3
  • S8
  • S11
  • S12
  • S5
  • Inovação na Agricultura
  • S14
  • S2
  • S13

 Projetos de Bioeconomia

Pesquisar projectos

EFTM - Argamassas técnicas ecológicas e funcionais para revestimentos e pavimentos sustentáveis e personalizáveis

Entidade líder do projeto: Primefix
Responsável pelo projeto: Primefix
Site do projeto: http://www.itecons.uc.pt/projectos/eftm/index.php?module=sec&id=647&f=1
Parceiros:

ITeCons

Breve descrição:

Este projeto pretende desenvolver argamassas técnicas multifuncionais para aplicação em rebocos e pavimentos de edifícios novos ou em construções sujeitas a ações de reabilitação, que permitam reduzir os consumos energéticos e aumentar a durabilidade dos revestimentos e elementos construtivos a eles associados.Neste projeto, pretendem-se desenvolver argamassas técnicas multifuncionais para aplicação em rebocos e pavimentos de edifícios novos ou em construções sujeitas a ações de reabilitação, que permitam reduzir os consumos energéticos e aumentar a durabilidade dos revestimentos e elementos construtivos a eles associados.
Da composição das argamassas e desenvolver farão parte elementos fotocatalíticos, que lhes conferirão propriedades de autolimpeza e resistência a micro-organismos, pigmentos fluorescentes NIR (Near-Infrared), com uma refletividade elevada da radiação infravermelha e baixa emissividade térmica, subprodutos industriais (resíduos de vidro) e agrícolas (casca de arroz e casca de amendoim), que permitirão melhorar o seu desempenho térmico e acústico. A inclusão de materiais fluorescentes permitirá a personalização arquitetónica dos revestimentos.
A combinação das características destes materiais terá como consequência o aumento da durabilidade das argamassas e dos restantes elementos construtivos, através da mitigação de patologias, contribuindo, ainda, para a minimização dos gastos energéticos dos edifícios. Pretende-se que o produto final corresponda às exigências dos mercados nacional e internacional, indo de encontro aos requisitos das normas de produto aplicáveis, e que seja de fácil aplicação (material projetável no caso de rebocos e autonivelante no caso dos pavimentos e de cura rápida). A multidisciplinaridade do consórcio que constitui o projeto é uma característica fundamental para o desenvolvimento de um produto que se considera ter um elevado valor comercial e potencial de exportação.