Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • Inovação na Agricultura
  • S12
  • S2
  • S5
  • S8
  • S14
  • S11
  • S6
  • S13
  • S3
  • S7

 Projetos de Bioeconomia

Pesquisar projectos

Fonte de financiamento

EntoValor - Insetos como uma oportunidade na valorização de resíduos

Entidade líder do projeto: ENTOGREEN
Responsável pelo projeto: Daniel Murta
Site do projeto: http://www.entogreen.org/entovalor
Parceiros:

INIAV, AgroMais, Rações Zêzere, Consulai

Breve descrição:

A transição para uma economia circular passa pela conversão de resíduos orgânicos de origem agroalimentar, em matérias-primas secundárias, nomeadamente em novas fontes nutricionais para os alimentos compostos para animais e em fertilizantes orgânicos para os solos. Estes resíduos são materiais de base biológica podendo apresentar vantagens ligadas à sua renovabilidade, biodigestão ou possibilidade de conversão.

O motor desta conversão são os insetos, particularmente as larvas da Mosca Soldado Negro, Hermetia illucens (Black Soldier Fly – BSF). As larvas de BSF serão a peça chave necessária para fechar o ciclo produtivo dos produtos agroalimentares, permitindo devolver os nutrientes, que de outra forma se perderiam, aos animais e aos solos. Estas larvas, depois de atingirem uma fase larvar avançada, são separadas e desidratadas, constituindo uma fonte nutricional a incluir em alimentos compostos para animais. Os resíduos biodegradados por estas larvas serão posteriormente usados como fertilizantes orgânicos.

Os conhecimentos técnicos e científicos existentes carecem de desenvolvimentos que permitam a aplicação à escala industrial. O projeto prevê o estabelecimento destes conhecimentos, levando à realização de testes no terreno, à instalação de uma unidade piloto e de protótipos que possibilitem a valorização destes resíduos à escala industrial de forma eficiente.

O desenvolvimento das soluções está estruturado para que se identifiquem inicialmente quais os resíduos orgânicos passíveis de serem convertidos pelas larvas de BSF e qual a eficiência dessa conversão. Para isso, a Ingredient Odyssey, responsável pelo projeto e pela produção de insetos, irá trabalhar em estreita colaboração com o co-promotor Agromais Plus, S.A., produtor agroalimentar do setor hortofrutícola. Esta empresa facultará amostras de resíduos que serão testadas individualmente (resíduos de cebola, batata, brócolo e outros hortícolas). Posteriormente serão desenvolvidos processos e métodos de valorização de resíduos (por biodigestão) que permitam maximizar a eficiência destas operações.

Ao longo destes processos realizar-se-á amostragem dos produtos obtidos (larvas e fertilizantes orgânicos resultantes da biodigestão provocada pelas larvas), para avaliação, pelo co-promotor INIAV (Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, IP), da qualidade nutricional e pesquisa de eventuais contaminantes microbiológicos, químicos e tóxicos.

Por fim, será estudada a utilização dos produtos finais desenvolvidos, as matérias-primas secundárias, na indústria de alimentos compostos para animais, pelo co-promotor Rações Zêzere, S.A. (galinhas poedeiras) e INIAV (frangos de engorda), e como fertilizante orgânico, pelo INIAV e Agromais Plus.

Nesta primeira abordagem, paralelamente ao desenvolvimento de processos que permitam a valorização eficiente destes resíduos, serão estabelecidas normas que permitam garantir a qualidade e a biossegurança dos produtos finais, essenciais para a avaliação da possibilidade de utilização desta estratégia de valorização.

A Consulai – Consultoria Agro-Industrial, Lda. (co-promotor), irá desenvolver uma plataforma dinâmica, disponível online, onde será feita a divulgação de resultados à sociedade e que constituirá uma ferramenta de sensibilização e de acompanhamento dos progressos a serem alcançados.

O resultado final do projeto é a criação de uma nova indústria em Portugal, geradora de valor económico e assente na sustentabilidade agroalimentar. A empresa-líder espera com este projeto criar duas novas linhas de produtos inovadores e um novo serviço. Contudo, devido à natureza exportável dos produtos e serviços, ambicionam que este projeto os catapulte para o mercado internacional num futuro próximo.

Este projeto foi destacado pela Rede Europeia de Desenvolvimento Rural no âmbito da Bioeconomia e a respetiva ficha poderá ser consultada aqui.