Inovação para a Agricultura

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed
PT EN
  • S11
  • S14
  • S5
  • Inovação na Agricultura
  • S7
  • S13
  • S8
  • S12
  • S3
  • S6
  • S2

 Projetos de Bioeconomia

Pesquisar projectos

Co-CerealValue - Valorização sustentável de subprodutos do processamento e armazenamento de cereais

Entidade líder do projeto: SILOS DE LEIXÕES - UNIPESSOAL LDA
Responsável pelo projeto: Nuno Fernandes
Parceiros:

GERMEN; ENESII; UCP; INESI

Breve descrição:

O projeto Co-CerealValue pretende investigar e desenvolver novos produtos para a alimentação humana (Food) e animal (Feed), nomeadamente novos granulados e pellets, a partir da valorização de subprodutos do processamento e armazenamento de cereais, como a sêmea, o gérmen e o pó de cereal, e de outros subprodutos ou recursos naturais de baixo valor, assegurando alto teor em proteínas, antioxidantes e fibras.O projeto Co-CerealValue pretende investigar e desenvolver novos produtos para a alimentação humana (Food) e animal (Feed), nomeadamente novos granulados e pellets, a partir da valorização de subprodutos do processamento e armazenamento de cereais, como a sêmea, o gérmen e o pó de cereal, e de outros subprodutos ou recursos naturais de baixo valor, assegurando alto teor em proteínas, antioxidantes e fibras.O projeto tem como principais objetivos valorizar os subprodutos resultantes do processamento de cereais (a sêmea e o gérmen) através da formulação e caracterização de: novos de granulados funcionais para consumo humano, enriquecidos por recursos naturais de baixo valor assegurado e alto teor em proteína, lípidos polinsaturados funcionais, fibras e minerais; novos pellets para animal à base de sêmea e pó de cereal com estabilidade prolongada até 12 meses (menor oxidação e crescimento de microrganismos) suportada em recursos naturais sem valor ou subprodutos ricos em antioxidantes ? esteva, dreche e casca de bolota; baseando-se no desenvolvimento de um modelo de simbiose industrial; com vista à redução de desperdícios nos novos processos industriais a integrar no setor agroalimentar; monitorizar a cadeia de valor a partir da incorporação tecnológica ao nível da sensorização, permitindo o controlo da qualidade da matéria-prima no transporte e no armazenamento, estabelecendo uma conexão clara à Industria 4.0. Para a prossecução de tais objetivos, foi definido um consórcio constituído por 2 entidades empresariais, nomeadamente o copromotor líder Silos de Leixões, que possui uma larga experiência na receção, armazenamento, movimentação e expedição de granéis agroalimentares, e ainda a GERMEN, que é uma entidade especializada na moagem de cereais; bem como por 2 entidades não empresariais do sistema I&I (ENESII), nomeadamente a Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa (UCP) e o Departamento de Produtos e Sistemas do INEGI.